Uma experiência sobre rotina escolar e planejamento didático na Educação Infantil na Amazônia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30612/hre.v7i14.9725

Palavras-chave:

Educação infantil. Rotina escolar. Planejamento didático. Amazônia.

Resumo

Esse artigo apresenta a Educação Infantil e a rotina escolar adotada em unidades de ensino no contexto da Amazônia, na cidade de Boa Vista, em Roraima, realizando uma análise fundamentada na Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e nos Parâmetros Nacionais de Qualidade para a Educação Infantil (PNQEI). As escolas pesquisadas atendem crianças de dois a quatro anos de idade em período integral. Por partir de uma realidade concreta o estudo desenvolvido é de natureza aplicada, do tipo explicativo e possui abordagem qualitativa. Um dos instrumentos de coleta de dados utilizado foi a planilha de observação, por permitir a descrição, correlação e análise dos fenômenos envolvidos na pesquisa. Em seus resultados verificou-se que o planejamento de ações realizado nessas unidades de ensino contempla os direitos de aprendizagem e desenvolvimento, assim como os campos de experiência apontados na BNCC.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Soraya de Araújo Feitosa, Universidade Federal de Roraima

Mestre em Ensino de Ciências pela Universidade Estadual de Roraima (UERR); Especialista em Gestão Pedagógica (UNINTER); Graduada em Matemática (UERR) e Pedagogia (FACETEN); Professora no Colégio de Aplicação da Universidade Federal de Roraima (UFRR).

Laura Juliana Neris Machado Barros, Universidade Federal de Roraima

Mestranda em Educação na (UERR), Especialista em Educação Inclusiva (FSC), Graduada em Letras (UFRB) e Pedagogia (UFRB), Professora no Colégio de Aplicação da Universidade Federal de Roraima.

Sãmella Kalyne Araújo Feitoza, Universidade Estadual de Roraima

Mestranda em Educação pela Universidade Estadual de Roraima, Graduada em História pela Universidade Federal de Roraima, Professora na Rede Estadual de Ensino.

Referências

BARBOSA, Maria Carmen Silveira. Por amor e por força: rotinas na Educação Infantil. 2000. 283f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação Campinas, Campinas.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular–BNCC. Brasília, DF, 2018.

BRASIL. Lei 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF, v. 11, 2015.

BRASIL. Projeto de cooperação técnica MEC e UFRGS para construção de orientações curriculares para a educação Infantil. Brasília, DF, 2009. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/dmdocuments/relat_seb_praticas_cotidianas.pdf>. Acesso em JAN 2019.

BRASIL. Secretaria de Educação Básica. Parâmetros Nacionais de Qualidade para a Educação Infantil. Brasília, DF, 2006. Disponível em: <http://portal.mec.gov. br/seb/arquivos/pdf/Educinf/eduinfparqualvol1.pdf>. Acesso NOV de 2018.

Ministério da Educação. Educação infantil. Disponível em: . Acesso NOV de 2018.

SAMPIERI, Roberto Hernández; COLLADO, Carlos Fernández; LUCIO, Pilar Baptista. Metodologia de pesquisa. – 3.ed. – reimpr. – São Paulo: McGraw-Hill, 2012.

VIGOTSKI, Lev Semenovich. A Formação Social da Mente: O Desenvolvimento dos Processos Psicológicos Superiores. Trad. José Cipolla Neto, Luís Silveira Menna Barreto, Solange Castro Afeche. 6ª ed. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

Downloads

Publicado

19/12/2019

Como Citar

Feitosa, S. de A., Barros, L. J. N. M., & Feitoza, S. K. A. (2019). Uma experiência sobre rotina escolar e planejamento didático na Educação Infantil na Amazônia. Horizontes - Revista De Educação, 7(14), 123–136. https://doi.org/10.30612/hre.v7i14.9725

Edição

Seção

Artigos Fluxo Contínuo