A FORMULAÇÃO DA BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR (BNCC) COMO AÇÃO DA POLÍTICA EDUCACIONAL: BREVE LEVANTAMENTO BIBLIOGRÁFICO (2014-2016)

Eliane de Fátima Triches, Maria Alice de Miranda Aranda

Resumo


Este artigo é resultado de um mapeamento realizado a partir da análise de produções científicas em torno da discussão sobre a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) como uma ação da política educativa em processo de formulação. O objetivo é analisar os discursos de alguns organismos oficiais, bem como publicações em revistas científicas a fim de identificar o que dizem a respeito da temática. Para tanto, buscou-se pontuar como se caracteriza a construção do documento da BNCC nas vozes dos (das) autores (as). Conclui tecendo breves ponderações e argumentos na direção de compreender quais vozes foram ouvidas e quais foram silenciadas, como também interesses, espaços de resistência, efeitos e riscos apontados no material analisado. Foi possível depreender denúncias dos efeitos nefastos de uma ação política vertical e hegemônica.


Palavras-chave


Mapeamento, Currículo, Gestão da Educação, Políticas Públicas

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.