Na véspera do tempo: repensando as Relações Internacionais

Tchella Fernandes Maso, Lara Martim Rodrigues Sélis

Resumo


Com base na perspectiva pós-colonial, que visa responder aos silêncios da modernidade, o artigo situa as Relações Internacionais enquanto ciência, sua proximidade aos interesses anglo-saxões e a consequente construção de objetos de estudo centrados nos temas de guerra e paz. A partir de tal panorama, defende a América Latina como um espaço privilegiado de enunciação, de construção de novas problemáticas e respostas capazes de desenvolver um saber agregador. A voz do subalterno e a importância de trazê-lo para o campo de estudos do internacional é o fio condutor do artigo, demarcando a importância de repensar as Relações Internacionais e seu processo de construção do conhecimento.

Palavras-chave


Teoria das Relações Internacionais. América Latina. Pós-colonialismo. Modernidade.

Texto completo:

PDF


Monções: Revista de Relações Internacionais da UFGD - ISSN 2316-8323 - Dourados - MS, Brasil.

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.