Atividade de situações problema como estratégia didática no tratamento da informação em unidades de medida de tempo

Soraya de Araújo Feitosa, Rozenilda de Souza, Oscar Tintorer Delgado

Resumo


Este artigo apresenta 2ª fase de planejamento didático desenvolvido no âmbito do Mestrado Profissional em Ensino de Ciências da Universidade Estadual de Roraima e teve como sujeitos alunos do 6º ano do Ensino Fundamental da Escola Estadual Professora Conceição da Costa e Silva, localizada em Boa Vista-RR. A investigação teve como objetivo geral estudar a aprendizagem dos alunos apoiando-se na base científico-psicológica da Teoria de Galperin. O planejamento didático contemplou a Atividade de Situações Problema no Tratamento da Informação (ASPTI) que, juntamente com a Teoria de Galperin, deram suporte à organização do plano de ações, à planilha de observação e à sequência didática. O estudo converteu-se em pesquisa-ação estratégica de abordagem qualitativa. Nos resultados observou-se o desenvolvimento de habilidades e competências e melhor desempenho discente nas ações e operações da ASPTI em Unidades de Medida de Tempo.


Palavras-chave


Aprendizagem. Teoria de Galperin. ASPTI.

Texto completo:

PDF

Referências


BASSAN, Larissa Helyne. Teoria da Formação das Ações Mentais por Etapas, de P. Galperin, e o Processo de Humanização. 2012. 113f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Filosofia e Ciência da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Campos de Marília. Disponível em: https://repositorio.unesp.br/bitstream/handle/11449/102227/bassan_lh_dr_mar.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em 10 JUN 2012.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Matemática / Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC / SEF, 1998.

DUARTE, Daiana Matias. O ensino do conceito de função afim: uma proposição com base na teoria de Galperin. 2011. 94f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade do Extremo Sul Catarinense – UNESC, Criciúma.

FEITOSA, Soraya de Araújo. A atividade de situações problema como estratégia didática no tratamento da informação no 6º ano do ensino fundamental a partir da teoria de Galperin. 2014. 147f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências) – Universidade Estadual de Roraima, Boa Vista.

GÜNTHER, Hartmut. Pesquisa qualitativa versus pesquisa quantitativa: esta é a questão? Scielo, Brasília, Vol. 22 n. 2, 2006. p. 201-210. Disponível em: . Acesso em 12 JUN 2012.

MENDOZA, Héctor José García. Formação por etapas das ações mentais na atividade de situações problema em matemática. In: X ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, 2010, Salvador. Anais...Salvador: Sociedade Brasileira de Educação Matemática, 2010. p. 1-11. Disponível em: . Acesso em 13 JUL 2012.

MENDOZA, Héctor José García; TINTORER, Oscar Delgado. Sistema de ações para melhorar o desempenho dos alunos na atividade de situações problema em matemática. In: XIII CONFERENCIA INTERAMERICANA DE EDUCACIÓN MATEMATICA, 2011, Recife. Anais... Recife: XIII CIAEM-IACME, 2011. p. 1-12. Disponível em: . Acesso em 13 JUL 2012.

OLLAIK, Leila Giandoni; ZILLER, Henrique Moraes. Concepções de validade em pesquisas qualitativas. Scientiae Studia, Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 38, n. 1, 2012. p. 229-241. Disponível em: . Acesso em 1 FEV 2013.

RIBEIRO, Raimunda Porfírio. O processo de aprendizagem de professores do ensino fundamental: apropriação da habilidade de planejar situações de ensino de conceitos. 2008. 233f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal. Disponível em: . Acesso em 23 JUN 2012.

TALÍZINA, Nina. Psicologia de La enseñanza. Moscú: Editorial Progresso, 1988.

WITTMANN, Lauro Carlos; KLIPPEL, Sandra Regina. A prática da gestão democrática no ambiente escolar. – Curitiba: Ibpex, 2010.




DOI: https://doi.org/10.30612/hre.v7i13.9967

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.