Interface da educação ambiental com o currículo da educação básica nas temáticas apresentadas no VI Encontro Pesquisa de Educação Ambiental

Adriana Pereira Santana, Kleiton Ramires Pires Bezerra, Adriano da Fonseca Melo, Luciene Cristina Paredes Müller

Resumo


Tratar da Educação Ambiental não configura um assunto novo no campo educacional, pois, os problemas ambientais são recorrentes. Os documentos oficiais definem que a educação precisa formar o cidadão, de tal forma que possa interagir consciente e racionalmente. Nesta pesquisa buscou-se selecionar os artigos que se referem a componentes curriculares, procurando identificar o objeto de estudo e sua proposta de inserção dos conhecimentos concernentes à Educação Ambiental. Por meio da análise dos trabalhos apresentados no VI Encontro Pesquisa de Educação Ambiental – EPEA - buscou-se responder a seguinte questão: como realizar a inserção da temática Educação Ambiental no currículo das áreas de conhecimento da Educação Básica. Ao longo da pesquisa foi observado que já são realizadas várias ações de inserção dos tópicos socioambientais no âmbito escolar, no entanto, há a necessidade de um caminhar a passos largos para se atingir o que é preconizado nos documentos oficiais referentes à Educação Ambiental.

Palavras-chave


Educação Ambiental. Currículo. Educação Básica.

Texto completo:

PDF

Referências


Anais do VI Encontro de Pesquisas em Educação Ambiental EPEA, 2011.

AUGUSTO, A. V. L; LAMBERTUCCI, H.; SANTANA, L. Busca da Identidade Epistemológica da Educação Ambiental: A Contribuição do Pensamento Complexo de Edgar Morin in: Rev. eletrônica Mestrado Educação Ambiental. ISSN 1517-1256, v.16, janeiro/junho de 2006.

BRASIL, MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais da Educação Básica. Secretaria de Educação Básica. Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão. Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica. Conselho Nacional da Educação. Câmara Nacional de Educação Básica. Brasília. 2013.

CARVALHO, I. C. de M. Educação ambiental: a formação do sujeito ecológico. São Paulo : Cortez, 2008. 256p

CARVALHO, L. M; MEGID NETO J. & outros. A Educação Ambiental no Brasil: análise da produção acadêmica (dissertações e teses). UNICAMP, UNESP/ Rio Claro, USP/Ribeirão Preto e UFSCar (Projeto temático em avaliação junto a FAPESP - Fundação de Amparo a Pesquisa do estado de São Paulo), 2009.

DIAS. G. F. A Situação da Educação Ambiental no Brasil é Fractal. In. BRASIL, MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Panorama da Educação Ambiental no Ensino Fundamental. Secretaria de Educação Fundamental. Brasília. 2001. 149 p.

FAZENDA, I. C. A. Reflexões Metodológicas sobre a tese: “interdisciplinaridade – um projeto em parceria” In. Metodologia da Pesquisa Educacional.org. FAZENDA, I. 12 ed. São Paulo. 2010.

MORIN, E. Introdução ao Pensamento Complexo. Tradução do francês: Eliane Lisboa -Porto Alegre: Ed. Sulina, 2005. 120 p.

PERNANBUCO, M. M.; SILVA, A. F. G. da. Paulo Freire: A educação e a transformação do mundo. In. Org. CARVALHO, I. C. M. de, GRÜN, M. e TRAJBER, R. Pensar o Ambiente: bases filosóficas para a Educação Ambiental. BRASÍLIA. Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade. UNESCO, 2009.

RINK, J.; NETO, J. M. Tendências dos artigos apresentados nos Encontros de Pesquisa em Educação Ambiental (EPEA). Educação em Revista, Belo Horizonte, v. 25, n. 03, p. 235-263, dez. 2009.

SEGURA, D. S. B. Educação Ambiental nos Projetos Transversais. In. BRASIL, MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Vamos Cuidar do Brasil: conceitos e práticas em Educação Ambiental na Escola. Coord. MELLO, Soraia Silva de. TRAJBER, Rachel. Coordenação Geral de Educação Ambiental: Ministério do Meio Ambiente, Departamento de Educação Ambiental. UNESCO. 2007. 248 p.

SEVERINO, A. J. Metodologia do Trabalho Científico. 22. Ed. ver. E ampl. De acordo com a ABNT – São Paulo. Cortez, 2002.




DOI: https://doi.org/10.30612/hre.v6i12.9188

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.