A FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA DA UFGD E O CONHECIMENTO SOBRE A HISTÓRIA E CULTURA AFRICANA E AFRO-BRASILEIRA

Leandro de Souza Silva, Eugenia Portela de Siqueira Marques

Resumo


O presente artigo traz uma breve análise da formação do professor de Educação Física em licenciatura na Universidade Federal da Grande Dourados-UFGD, no contexto das políticas de educação para as relações étnico-raciais. Para tanto, optou-se pela problematização em torno da lei 10639/03. Na hipótese de o curso apresentar falhas no segmento de formação de um professor que saiba lidar com conteúdos e questões raciais no ambiente escolar, utilizou-se dos  métodos de revisão bibliográfica fundamentados nos estudos de Fernandes (1978), Marques (2014) e Candau (2002), entre outros. Aplicou-se um questionário aos acadêmicos do segundo e oitavo semestres do curso, cujo resultado apontou para a não existência de diferenças significativas entre os semestres investigados e para a ideia de que as disciplinas ministradas não contribuíram com o ensino das diretrizes curriculares nacionais para as relações étnico-raciais.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.