Surgimento das instituições de atendimento à criança e a mulher trabalhadora: uma relação histórica

Ivanete Fernades Pereira, Míria Izabel Campos

Resumo


O artigo apresenta elementos significativos da história do Brasil para compreensão do advento da Educação Infantil e sua relação com o gênero feminino, no que diz respeito à função materna e docente, apontando momentos que denotam a necessidade da mulher pelas instituições de abrigo às crianças em virtude do contexto social e financeiro em que viviam. A metodologia utilizada foram estudos bibliográficos. Evidenciou-se que a mulher mãe e pobre esteve presente e participou da história das primeiras instituições de atendimento às crianças, contribuindo, também, para seu desenvolvimento, pois precisava destes locais para abrigar seus filhos enquanto trabalhava. As conquistas sociais obtidas pelas mulheres, como o trabalho, fomentou o desenvolvimento das instituições de atendimento às crianças e inseriu as mulheres nestes locais como profissionais, o que resultou na caracterização de gênero da Educação Infantil.

Palavras-chave


Educação Infantil. Mulher. Gênero.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.