O lugar de formação de professores de História: breves notas sobre Eunápolis, campus XVIII da UNEB

Célia Santana Silva

Resumo


Objetivou-se nesse artigo apresentar e analisar, em linhas gerais, a formação docente em História estabelecendo relações entre o contexto nacional e o Curso de Licenciatura em História da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), especificamente no Campus XVIII em Eunápolis. Para tanto se fez uso das leituras e analises do projeto de reconhecimento do Curso, das diretrizes curriculares nacionais e de bibliografia de referência. O período analisado compreende o processo de implantação do Curso de Licenciatura em História bem como as reformulações curriculares das Diretrizes Nacionais para os Cursos de História, com fundamento na Resolução CNE/CES 13/2002, que estabelece as Diretrizes Curriculares para os Cursos de História, na Resolução CNE/CP 01/2002, na Resolução CNE/CP 02/2002. Fez-se uso de analises dos documentos oficiais (ementas, planos de aula e relatórios de estágios), além de leitura e discussão do projeto político pedagógico do referido Curso. Diante das discussões empreendidas, percebe-se que a formação do professor de História na Universidade do Estado da Bahia/ DCHT-Eunápolis, encontra-se em consonância com outras propostas de formação inicial tanto no Brasil, quanto em outros países. E que analisar e pesquisar sobre a temática é percorrer um caminho árduo, cheio de armadilhas, evidências e encruzilhadas, mas também desafiador.

Palavras-chave


Formação docente. Estágio supervisionado. Diretrizes curriculares.

Texto completo:

PDF


Fronteiras: Revista de História - PPGH/FCH/UFGD
 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.