Re-conhecendo Armauer Hansen: o cientista da lepra e o personagem histórico

Reinaldo Guilherme Bechler

Resumo


O presente artigo pretende lançar luz a questões históricas e pessoais da vida de um importante personagem científico da virada dos séculos XIX e XX. Ao dedicar quase toda sua existência ao estudo de uma enfermidade tão singular e estigmatizada como a lepra, o médico norueguês Armauer Hansen alcançou resultados bastante positivos, a ponto de fazer com que a doença ganhasse seu próprio nome em alguns países. Dotado de uma singular capacidade retórica e de uma personalidade forte, Hansen viveu em um dos períodos científicos mais profícuos da contemporaneidade e teve vários desafios ao longo de sua vida acadêmica, alguns dos quais serão aqui apresentados a partir de fontes primárias e mesmo de anotações pessoais, além de sua autobiografia, publicada na década de 1970. “Re-conhecer” Armauer Hansen significa neste trabalho oferecer ao leitor a oportunidade de se deparar com aspectos pessoais, políticos e científicos até então pouco conhecidos de sua trajetória, no intuito não de criticá-lo ou vangloriá-lo, mas tão somente situá-lo enquanto personagem histórico singular, humano e falível, instigando novos questionamentos por parte da historiografia da ciência.

Palavras-chave


Armauer Hansen. História das doenças. História da lepra.

Texto completo:

PDF


Fronteiras: Revista de História - PPGH/FCH/UFGD
 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.