O afeto como principal vínculo familiar e a sua abordagem no direito de família brasileiro

José Paulo Paulo Gutierrez, Taís De Cássia Peçanha Rocha, Andréa Souza Ferrão

Resumo


O presente artigo aborda a significativa transformação que a família brasileira alcançou com a desbiologização de seus vínculos e o nascimento do afeto como a principal base formadora da família moderna. Analisa-se também os efeitos que a constitucionalização do direito de família trouxe para essa entidade e sua consequente democratização. Cuida-se da abordagem da família desde sua origem patriarcal até os dias atuais onde surge uma família multifacetada ensejando significativas mudanças em nosso ordenamento jurídico.

Palavras-chave


Afeto. Família. Constitucionalização. Democratização.

Texto completo:

PDF




 
 
 
Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.