A moeda como um instrumento da supremacia americana: o caso do Quantitative Easing

Autores

  • Aline Regina Alves Martins

Palavras-chave:

Política monetária americana. Quantitative Easing. supremacia do dólar.

Resumo

Neste artigo objetiva-se debater sobre a política de Quantitative Easing levada à cabo de 2008 a 2014 pelos Estados Unidos enquanto um reflexo do poder estrutural estadunidense na ordem monetária internacional contemporânea. As consequências desta política de flexibilização monetária, bem como os efeitos globais indesejáveis decorrentes de seu término são um retrato de um sistema econômico internacional, embora instável, ainda longe de se desvencilhar da dependência ao dólar americano e à política monetária norte-americana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

20/12/2016

Como Citar

Martins, A. R. A. (2016). A moeda como um instrumento da supremacia americana: o caso do Quantitative Easing. Monções: Revista De Relações Internacionais Da UFGD, 5(9), 191–211. Recuperado de https://ojs.ufgd.edu.br/index.php/moncoes/article/view/5865