Criminalidade transnacional: olhares para além da disciplina de Relações Internacionais

Manuela Trindade Viana, Marcelo da Silveira Campos, Paulo José dos Reis Pereira, Thiago Rodrigues

Resumo


Apresentação do Dossiê Crime e Relações Internacionais.

Palavras-chave


Crime; Relações Internacionais.

Texto completo:

PDF

Referências


AMORIM, C. Comando Vermelho: a história secreta do crime organizado. Rio de Janeiro: Record, 1994.

ARBEX JR., J. Narcotráfico: um jogo de poder nas Américas. São Paulo: Moderna, 1996.

ANDREAS, P.; NADELMANN, E. Policing the Globe: criminalization and crime control in international relations. Oxford: Oxford University Press, 2006.

ANDREAS, P.; PRICE, R. From War Fighting to Crime Fighting: Transforming the American National Security State. International Studies Review, 3, n. 3, p. 31-52, 2001.

BATISTA, N. Punidos e mal pagos: violência, justiça, segurança pública e direitos humanos no Brasil de hoje. Rio de Janeiro: Revan, 1990.

BIGO, D. Rethinking Security at the Crossroad of International Relations and Criminology. The British Journal of Criminology, 56, n. 6, p. 1068-1086, 2016.

CAMPOS, M. S.; KORNER, A. Segurança e “guerra ao terror”: um balanço da literatura contemporânea sobre a América Latina após 11 de setembro. Revista Mediações (UEL), v. 16, p. 51-71, 2011.

CARNEIRO, H. Filtros, mezinhas e triacas: a drogas no mundo moderno. São Paulo: Xamã, 1994.

COX, R. Social forces, States and World Orders beyond international relationstheory. In: KEOHANE, R. (Ed.). Neorealism and its critics. New York, 1986. v. Columbia University Press.

DEL OLMO, R. A face oculta da droga. Rio de Janeiro: Revan, 1990.

EDWARDS, A.; GILL, P. The politics of ‘transnational organized crime’: discourse, reflexivity and the narration of ‘t hreat’. The British Journal of Politics and International Relations, 4, n. 2, p. 245-270, 2002/06/01 2002.

GALLANT, T. W. Piracy, Capitalism, and State Formation: Transnational crime from a Historical World-System Perspective. In: HEYMANN, M. J. (Ed.). States and Illegal Practices. New York: Berg, 1999.

KANT DE LIMA, Roberto; MISSE, Michel ; MIRANDA, Ana Paula Mendes de . Violência, criminalidade, segurança pública e justiça criminal no Brasil: uma bibliografia. BIB. Revista Brasileira de Informação Bibliográfica em Ciências Sociais, Rio de Janeiro, v. 50, p. 45-123, 2000.

LABROUSSE, A. La drogue, l'argent et les armes. Paris: Fayard, 1991.

LABROUSSE, A.; KOUTOUZIS, M. Géopolitique et Géostrategies des drogues. Paris: Economica, 1996.

LOADER, I.; PERCY, S. Bringing the ‘outside’ in and the ‘inside’ out: crossing the criminology/IR divide. Global Crime, 13, n. 4, p. 213-218, 2012/11/01 2012.

LOADER, I.; SPARKS, R. Contemporary landscapes of crime, order and control: governance, risk and globalization. In: MAGUIRE, M.;MORGAN, R., et al (Ed.). The Oxford Handbook of Criminology. Oxford: Oxford University Pres, 2007.

MacRAE, E. Guiado pela lua: xamanismo e uso ritual da ayuahuasca no culto do Santo Daime. Rio de Janeiro: Brasiliense, 1992.

McALLISTER, W. Drug Diplomacy in the Twentieth Century. New York: Routledge, 2000.

MISSE, M. Malandros, Marginais, Vagabundos & a acumulação social da violência no Rio de Janeiro. Tese de Doutorado, IUPERJ, 1999, 390pp.

ORMAZÁBAL, R. Mamã Coca, Coca-Cola, cocaína: três pessoas numa só. Lisboa: Editorial Caminho, 1999.

PASSETTI, E. Das fumeries ao narcotráfico. São Paulo: Educ, 1991.

PEREIRA, P. Os Estados Unidos e a ameaça do crime organizado transnacional nos anos 1990. Revista Brasileira de Política Internacional, 58, n. 1, p. 84-107, 2015.

PROCÓPIO, A; VAZ, A. O Brasil no contexto do narcotráfico internacional. Revista Brasileira de Política Internacional, vol. 40, n. 1, p. 75-122, 1997.

PROCÓPIO, A. O Brasil no mundo das drogas. Petrópolis: Vozes, 1999.

RODRIGUES, T. A infindável guerra america: Brasil, EUA e o narcotráfico no continente. São Paulo em Perspectiva, 16, n. 2, p. 102-111, 2002.

RODRIGUES, T. Narcotráfico e militarização nas Américas: vício de guerra, Contexto Internacional, vol.34, n.1, p. 9-41, 2012.

SERRANO, M. Crimen Transnacional Organizado y seguridad Internacional: Cambio y Continuidad. Mexico: FCE, 2005.

SHELLEY, L. Unholy trinity: delinquency transnational, corruption and terrorism. Caderno CRH, 20, p. 151-159, 04/01 2007.

SMITH, S. The discipline of international relations: still an Americas social science? British Journal of Politics and Internacional Relations, vol. 2, n. 3, p. 374-402, 2000.

TELLES, V. Pobreza e cidadania. São Paulo: Editora 34, 2001.

VELHO, G. Desvio e divergência: uma crítica da patologia social. 2. ed. Rio de Janeiro, Jorge Zahar, 1977.

VIANA, M. T.; VIGGIANO, J. L. Indefinição de fronteiras: a fusão entre guerra e crime nas políticas dos Estados Unidos para a Colômbia. In: MEI, Eduardo; SAINT-PIERRE, H. L. (org.). Paz, Defesa e Segurança nas Relações Internacionais. São Paulo: UNESP, 2013, v. 1, p. 75-104.

ZALUAR, A. M.. Drogas e Cidadania (org.). Editora Brasiliense, 1994.




DOI: https://doi.org/10.30612/rmufgd.v9i17.12881

Monções: Revista de Relações Internacionais da UFGD - ISSN 2316-8323 - Dourados - MS, Brasil.

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.