Turismo nas fazendas de criação de gado do Pantanal

Ana Paula Correia de Araujo, Icléia Albuquerque de Vargas

Resumo


O artigo apresenta uma reflexão sobre o turismo nas fazendas de gado do Pantanal de Mato Grosso do Sul discutindo a adaptação da região para o atendimento de exigências impostas pelos paradigmas da sustentabilidade socioambiental. O objetivo do trabalho foi compreender os processos que promoveram o avanço de sistemas considerados sustentáveis nas fazendas tradicionais do Pantanal. A investigação se deu a partir de levantamento de dados de natureza primária, coletados juntos aos empresários do turismo, pecuaristas, associações e trabalhadores, utilizando-se de questionários e de entrevistas semi-estruturadas. Foi possível constatar a transformação de fazendas em fazendas-hotéis, buscando diversificar a fonte de renda para manter suas sobrevivências, adotando assim, a multifuncionalidade das unidades produtivas, ao mesmo tempo em que atendem à crescente demanda de potenciais turistas, do Brasil e do exterior, que desejam conhecer e viver momentos especiais no Pantanal.

Palavras-chave


Espaço rural. Turismo. Multifuncionalidade. Sustentabilidade. Pantanal.

Texto completo:

PDF

Referências


ARAUJO, Ana Paula C. de Pantanal: um espaço em transformação. Rio de janeiro: PPGG/UFRJ, 2006. (Tese de doutorado em Geografia).

ARAUJO, Ana Paula Correia de. VARGAS, Icléia Albuquerque de. BICALHO, Ana Maria de Souza M. As tradicionais fazendas de gado do pantanal mato-grossense e a ordem espacial. In: ARAUJO, Ana P. C. de; VARGAS, Icléia Albuquerque de. (orgs.) Dinâmicas do rural contemporâneo. Campo Grande: UFMS Ed., 2014.

BANDUCCI JR., Alvaro; MORETTI, Edvaldo C. (Org.) Qual paraíso? Turismo e ambiente em Bonito e no Pantanal. São Paulo: Chronos: Campo Grande: UFMS, 2001.

BECKER, Bertha. Tendências de transformação do território no Brasil. Revista Território. Rio de Janeiro: LAGET/UFRJ, v.1, n.2, jan/jun, 1997.

BICALHO, Ana Maria de S. M. Espaço Rural Contemporâneo: perspectivas teórico-metodológicas. In: ARAUJO, Ana P. C. de; VARGAS, Icléia Albuquerque de. (orgs.) Dinâmicas do rural contemporâneo. Campo Grande: UFMS Ed., 2014.

BRASIL, Ministério do Turismo. Secretaria de Políticas de Turismo. Diretrizes para o Desenvolvimento do Turismo Rural. 2003. Disponível em: http://www.turismo.gov.br/sites/default/turismo/o_ministerio/publicacoes/downloads_publicacoes/Diretrizes_Desenvolvimento_Turismo_Rural.pdf

CLAVAL, Paul. A geografia cultural. Florianópolis: UFSC ed., 2001.

GIRARDI, Eduardo Paulon; ROSSETTO, Onélia Carmem. Análise da pecuária no Pantanal Mato-Grossense. In: Revista Geográfica de América Central Número Especial EGAL, 2011- Costa Rica II, Semestre, 2011 (p. 1-16).

MARSDEN, T.et. al. Constructing the country side. London: University Colege Press, 1993.

NOGUEIRA, Albana Xavier. O que é Pantanal. São Paulo: Brasiliense: 1990.

PELLEGRINI FILHO. A. Ecologia, cultura e turismo. Campinas, SP: Papirus, 2000.

SABOURIN, Eric. Implicações teóricas e epistemológicas do reconhecimento da noção de multifuncionalidade da agricultura para as ciências sociais. In: Anais do XXIX Encontro Anual da ANPOCS, Caxambu, MG, 25 a 29 de outubro de 2005. Disponível em: https://agritrop.cirad.fr/530224/1/document_530224.pdf

URRY, John. O olhar do turista. Lazer e biagens nas sociedades contemporâneas. São Paulo: Studio Nobel: SESC, 1996.

VARGAS, Icléia Albuquerque de. Porteiras assombradas do paraíso: embates da sustentabilidade socioambiental no Pantanal. Campo Grande: Ed. UFMS, 2009.

WILSON, G. A. Multifunctional Agriculture: A Transition Theory Perspective. Wallingford: CABI, 2007.

WOODS, M. Rural. Milton Park: Routledge, 2011.

YÁZIGI, Eduardo. A alma do lugar: turismo, planejamento e cotidiano. São Paulo: Contexto, 2001.




DOI: https://doi.org/10.30612/el.v9i18.8927

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.