Dos solos à paisagem: uma discussão teórico-metodológica

Autores

  • Marcelo Reis Nakashima
  • Grace Bungenstab Alves
  • André Mateus Barreiros
  • José Pereira Queiroz Neto

DOI:

https://doi.org/10.5418/RA2017.1320.0003

Resumo

A paisagem é considerada um dos objetos-chave da geografia. O solo se mostra como integrador dos diferentes elementos que a compõem, seu estudo é fundamental para desvendar os processos que atuam modificando as rochas, os solos e as formas de relevo. O objetivo deste artigo é analisar, sob um enfoque epistemológico e metodológico, a Pedologia como ramo natural da Geografia Física, em função de sua abordagem multifatorial. Partimos de uma discussão a respeito da paisagem como objeto de estudo geográfico, dos problemas que envolvem as aproximações multiescalares no espaço e no tempo, além de discutir metodologias propostas por autores para os estudos geográficos, lato sensu. Concluímos, finalmente, que a Análise Estrutural da Cobertura Pedológica, coordenada com outras metodologias geográficas, se presta bem ao desafio de trabalhar com dados de diferentes campos da Geografia Física, em uma abordagem multiescalar. Desta forma, apresentam-se como uma metodologia adequada para os estudos da paisagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

21/09/2017

Como Citar

Nakashima, M. R., Alves, G. B., Barreiros, A. M., & Queiroz Neto, J. P. (2017). Dos solos à paisagem: uma discussão teórico-metodológica. Revista Da ANPEGE, 13(20), 30–52. https://doi.org/10.5418/RA2017.1320.0003

Edição

Seção

Artigos