RESÍDUOS INDUSTRIAIS E A INVISIBILIDADE DE SEUS RISCOS SOCIOAMBIENTAIS

Autores

  • Clesley Maria Tavares Nascimento Mestre em Desenvolvimento e Meio Ambiente pela Universidade Federal do Ceará – UFC. Doutoranda em Geografia pela Universidade Estadual do Ceará-UECE. ). Docente na Universidade Regional do Cariri (URCA). Rua Mons. Silvano de Sousa, 39, Ap.202. Caixa d´água, Crato- CE. CEP 63000-000
  • Maria Lúcia Brito da Cruz Doutorado em Geografia pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Docente na Universidade Estadual do Ceará (UECE). Rua Abílio Martins, 1545, Amadeu Furtado, Fortaleza – CE. CEP 60455470

DOI:

https://doi.org/10.5418/RA2015.1115.0010

Resumo

O presente artigo traz uma discussão sobre os riscos socioambientais e as vulnerabilidades decorrentes da gestão dos resíduos sólidos industriais perigosos no distrito industrial de Maracanaú-CE. De modo geral, as informações referentes a quantificação do volume dos resíduos industriais perigosos gerados no município, se deu através de consulta dos planos de gerenciamento de resíduos sólidos de 20 indústrias, enviados a Superintendência de Meio Ambiente do Ceará – SEMACE. Resultados parciais indicaram que ineficácia de uma fiscalização efetiva e a falta de transparência por parte dos donos das indústrias dificultam uma gestão adequado deste tipo de resíduos, e corrobora com a hipótese de que a gestão dos resíduos sólidos perigosos no distrito industrial de Maracanaú expõe a população a situações conjunturais de risco ambiental e vulnerabilidade social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

03/07/2017

Como Citar

Nascimento, C. M. T., & Cruz, M. L. B. da. (2017). RESÍDUOS INDUSTRIAIS E A INVISIBILIDADE DE SEUS RISCOS SOCIOAMBIENTAIS. Revista Da ANPEGE, 11(15), 257–279. https://doi.org/10.5418/RA2015.1115.0010

Edição

Seção

Artigos