PARA ALÉM DAS LINHAS COLORIDAS OU PONTILHADAS – REFLEXÕES PARA UMA TIPOLOGIA DAS RELAÇÕES FRONTEIRIÇAS

Autores

  • Tito Carlos Machado de Oliveira Doutor em Geografia Humana pela Faculdade de Filosofa, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo. Bolsista DCR/CNPq. Docente do Mestrado em Geografia e do Mestrado em Estudos Fronteiriços da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). Rua Mal Rondon, 1844, Campo Grande-MS. CEP: 79002-200.

DOI:

https://doi.org/10.5418/RA2015.1115.0009

Resumo

As fronteiras têm passado por ricas e intensas modificações desde o último quartel do século passado. Há um visível dinamismo nas fronteiras, provocado pela intensificação das trocas mercantis nesse período de globalização e, por efeito, tem acelerado a comunicação entre os povos e as trocas culturais. A porosidade, as ambiguidades, as contradições, a permeabilidade e a mutabilidade têm sido a marca desse território. A intenção deste artigo é fazer uma reflexão crítica com base na orientação conceitual do espaço geográfico e na categoria território e, ao mesmo tempo, avançar no desenho de uma tipologia de relações fronteiriças

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

03/07/2017

Como Citar

Oliveira, T. C. M. de. (2017). PARA ALÉM DAS LINHAS COLORIDAS OU PONTILHADAS – REFLEXÕES PARA UMA TIPOLOGIA DAS RELAÇÕES FRONTEIRIÇAS. Revista Da ANPEGE, 11(15), 233–256. https://doi.org/10.5418/RA2015.1115.0009

Edição

Seção

Artigos