RESILIÊNCIA SOCIOAMBIENTAL-ESPACIAL URBANA À INUNDAÇÕES: POSSIBILIDADES E LIMITES NO BAIRRO CAJURU EM CURITIBA (PR)

Autores

  • Francisco Mendonça Pós-doutorado em Geografa. Docente no Programa de Pós Graduação em Geografa da UFPR. Departamento de Geografa. Universidade Federal do Paraná. Av. Cel. Francisco H dos Santos, 100 – Centro Politécnico, Edifício João José Bigarella – Sala 108 – 1º andar, CEP: 81531-980 – Caixa Postal 19001, Curitiba – Paraná.
  • Elaiz Aparecida Mensh Buffon Doutoranda em Geografa pela Universidade Federal do Paraná. Bolsista CAPES. Av. Cel. Francisco H dos Santos, 100 – Centro Politécnico, Edifício João José Bigarella – Sala 108 – 1º andar, CEP: 81531-980 – Caixa Postal 19001, Curitiba – Paraná.
  • Francisco Jablinski Castelhano Mestrando em Geografa pela Universidade Federal do Paraná. Av. Cel. Francisco H dos Santos, 100 – Centro Politécnico, Edifício João José Bigarella – Sala 108 – 1º andar, CEP: 81531-980 – Caixa Postal 19001, Curitiba – Paraná.
  • Gina Sitoe Doutorando em Geografa pela Universidade Federal do Paraná. Av. Cel. Francisco H dos Santos, 100 – Centro Politécnico, Edifício João José Bigarella – Sala 108 – 1º andar, CEP: 81531-980 – Caixa Postal 19001, Curitiba – Paraná.

DOI:

https://doi.org/10.5418/RA2016.1219.0012

Resumo

Os problemas socioambientais urbanos na atualidade são diversos e apresentam uma complexidade existentes na análise das medidas que visam diminuir os impactos a tais problemas associados. Essa complexidade se apresenta na ciência e nas políticas públicas pelo uso de novos conceitos, que nem sempre permitem a sua aplicação em determinados contextos de riscos e vulnerabilidades socioambientais urbanos. O conceito de resiliência espacial surge nestas dimensões como sendo a capacidade de um ambiente, ou de uma sociedade, regressar a sua situação prévia a qualquer impacto sofrido. Nesse sentido, a presente análise visa caracterizar as dimensões das (não) possibilidades de aplicações da resiliência espacial urbana frente à problemática socioambiental atrelada às inundações no bairro Cajuru em Curitiba (PR). O estudo demonstra que lugares constantemente impactados por eventos de inundações encontram-se inseridos em áreas de média a alta vulnerabilidade social, ou mesmo em baixa vulnerabilidade social, mas que caracterizam um processo de favelização em micro-localidade dentro de um setor censitário. Com isso, questiona-se a capacidade de resiliência espacial nesses lugares deve realmente ser aplicada como uma medida frente à problemática socioambiental das inundações ali verificadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

29/06/2017

Como Citar

Mendonça, F., Buffon, E. A. M., Castelhano, F. J., & Sitoe, G. (2017). RESILIÊNCIA SOCIOAMBIENTAL-ESPACIAL URBANA À INUNDAÇÕES: POSSIBILIDADES E LIMITES NO BAIRRO CAJURU EM CURITIBA (PR). Revista Da ANPEGE, 12(19), 279–298. https://doi.org/10.5418/RA2016.1219.0012

Edição

Seção

Artigos