As criptomoedas como mercadoria-equivalente específica: uma breve leitura do fenômeno a partir da obra “O Capital” de Karl Marx

Mauricio Antonio Tamer

Resumo


Tenta fazer uma leitura do fenômeno das criptomoedas com base na teoria de Karl Marx a colocada em sua obra “O Capital”, precisamente a partir das ideias relacionadas às duas funções do ouro, ao dinheiro e à circulação de mercadoria. Propõe, então, a possibilidade de ajuste conceitual das criptomoedas como mercadoria-equivalente específica.


Palavras-chave


Criptomoedas. Karl Marx. Mercadoria-equivalente específica.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.30612/videre.v10i20.7930

URL da licença: https://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/3.0/br/

 
 
 
Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.