A contribuição das instituições: o impacto no desenvolvimento econômico dos estados

Vladimir Pinto Coelho Feijó

Resumo


Estudo bibliográfico e analítico para demonstrar a importância da investigação e entendimento das relações que as instituições de um país com suas variáveis socioeconômicas. Para averiguar estas informações adotou-se como referência os apontamentos feitos por Douglass C. North, especialmente sob o prisma da Nova Economia Institucional. Será apresentada a teoria construtivista de Relações Internacionais como contrapeso ao modelo racionalista tradicional, e a importância que será dada às variáveis intangíveis da vida social humana ajudará a trazer luz aos tópicos trabalhados quando do estudo da importância das instituições, criadas pelos indivíduos para regular a si mesmos. Para os fatores relacionados ao processo das instituições, será resgatada a importância de uma das tendências evolutivas do Direito Internacional Público como destacado por Jorge Miranda e amplamente revisado por Valério de Oliveira Mazzuoli, a funcionalização. Destaca-se que o processo de institucionalização, nos países e no Sistema Internacional, tem por meta o desenvolvimento da estrutura humana, suas origens e possibilidades. Quanto a análise sobre quais benefícios podem ser auferidos por um país, do curto ao longo prazo, no aproveitamento eficiente de suas instituições, utiliza-se da Política Econômica Internacional para demonstrar como trazer a experiência de países mais desenvolvidos ao contexto interno de um Estado em desenvolvimento.

Palavras-chave


institucionalização. Desenvolvimento socioeconômico. Difusão cultural. Nova economia internacional.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.30612/videre.v10i19.6211

URL da licença: https://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/3.0/br/

 
 
 
Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.