Os Direitos Humanos nas encruzilhadas da emancipação: as lutas sociais e as escalas da contra-hegemonia

Bruno Sena Martins, Adriano Moura

Resumo


O presente texto problematiza o discurso dos Direitos Humanos (DH) enquanto estratégia contra-hegemónica trans-escalar. Partindo do reconhecimento da natureza paradoxal dos DH, inicia-se uma breve análise da sua discursividade enquanto ferramenta atual de manipulação ao serviço da ideologia neoliberal, assim como das principais subversões e perigos subsequentes. Posteriormente, sem descurar a importância das lutas contra-hegemónicas exteriores a esta gramática da dignidade humana, procura-se refletir sobre as potencialidades e limitações do discurso dos DH enquanto potencial ferramenta impulsionadora de um legalismo cosmopolita subalterno. Na última parte apresentam-se estratégias de natureza política e jurídica, descritas em diferentes estudos de caso, que podem potenciar lutas contra-hegemónicas dos movimentos sociais - na escala local, nacional e internacional, no terreno legal hegemónico. Argumenta-se que os processos de reapropriação do discurso dos DH, enquanto dispositivo contra-hegemónico trans-escalar, envolvem a construção de uma intertextualidade composta por diferentes experiências, emoções e diferentes géneros discursivos.

Palavras-chave


Direitos Humanos. Contra-hegemonia. Lutas Sociais. Escalas.

Texto completo:

PDF




 
 
 
Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.