Intoxicações causadas por produtos químicos no Vale do São Patrício Estado de Goiás

Walter Dias Junior, Moemy Gomes de Moraes, Gabriela Marques Pereira Mota, Renata Karine de Carvalho, Eunice Ivone de Souza, Cássia Fernanda Leite de Oliveira, Rui Lopes da Silva Junior, Thaís Régis Ferreira Borba

Resumo


Os produtos químicos são essenciais para a vida humana e animal, pois estão presentes na cura e profilaxia de doenças e até mesmo no aumento da produtividade agrícola. Seu uso indiscriminado e muitas vezes exagerado ocasiona frequentes problemas ambientais e de saúde pública. Apenas 0,025% dos 12 milhões de produtos químicos conhecidos são responsáveis pela maioria das intoxicações. Outro grave problema diagnosticado pela Organização Mundial de Saúde são as subnotificações dos casos de intoxicação. A toxicologia não faz parte do curriculum da Enfermagem, e quando o faz, possui uma abordagem generalizada e superficial. Isso prejudica a capacitação em atendimento toxicológico destes profissionais da saúde, além de minimizar a importância da notificação dos casos de intoxicação. Devido a isso, os enfermeiros carecem de aprimoramento referente às intoxicações mais frequentes e as de maior gravidade. Em vista disso, esse trabalho que advém de um projeto de extensão, objetiva estimar a prevalência de notificações por intoxicações registradas no Núcleo de Vigilância Epidemiológica do Município de Ceres-GO e alertar os profissionais de saúde sobre a importância da capacitação frente às intoxicações em Unidades de Emergência, sobretudo, no preenchimento correto das fichas de notificação, devido a sua importância para estudos como esse.

Palavras-chave


Intoxicação exógena. Medicamentos. Agrotóxicos. Raticidas.

Texto completo:

PDF




RealizAção - Revista on-line de Extensão e Cultura
ISSN 2358-3401

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.