Política Externa e desenvolvimento: as políticas econômicas externas do Brasil e da Argentina na Segunda Guerra Mundial

Francisco Luiz Corsi

Resumo


O artigo apresenta uma análise comparativa das políticas econômicas externas do Brasil e da Argentina durante a II Guerra Mundial. Busca discutir em que medida as políticas externas contribuíram para o avanço do desenvolvimento de ambos os países. Partimos da perspectiva segundo a qual a política externa é, por um lado, condicionada pelo projeto nacional da classe hegemônica e, por outro, pela inserção do país em uma ordem internacional fortemente hierarquizada. Objetiva-se fazer uma análise articulada dessas duas dimensões. Defendemos que a resposta dada a Grande Depressão, em um contexto de relativa desarticulação da economia mundial, e a conformação de diferentes projetos nacionais, que expressavam distintas coligações hegemônicas de classes, foram de grande importância para determinar os rumos da economia, da política externa e da política de alianças durante o conflito mundial.

Palavras-chave


Política Externa. Desenvolvimento. Projeto Nacional. II Guerra Mundial.

Texto completo:

PDF

Referências


ABREU, Marcelo de Paiva (org.). A ordem do progresso. Cem anos de política econômica republicana. Rio de Janeiro: Campus, 1992.

______. O Brasil e a economia mundial (1930-1945). Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 1999.

ARCEO, Enrique. Argentina em la periferia prospera: renta internacional, dominación oliguarquica y modo de acumulación. Buenos Aires: Universidade Nacional de Quilmes, 2003.

BANDEIRA, Luiz Alberto Moniz. Brasil, Argentina e Estados Unidos. Conflito e integração na América do Sul. Da Tríplice Aliança ao Mercosul. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2010.

______. O “milagre alemão” e o desenvolvimento do Brasil. São Paulo: UNESP, 2011.

BASTOS, Pedro Paulo Zalhut; FONSECA, Pedro Cezar Dutra (orgs.). A era Vargas. Desenvolvimento, economia e sociedade. São Paulo: UNESP, 2012.

BASUALDO, Eduardo. Estudios de história económica argentina. Buenos Aires: Siglo Veintiuno, 2010.

BELINI, Claudio; KOROL, Juan. Historia económica de la Argentina en el siglo XX. Buenos, Aires: Siglo Veinteuno, 2012.

CANO, Wilson. Soberania e política econômica na América Latina. São Paulo: UNESP, 2000.

CERVO, Armando; BUENO, Clodoaldo. História da política exterior do Brasil. São Paulo Ática, 1992.

CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA I. ANAIS. Rio de Janeiro: Mauá/Jornal do Comércio, 3 vols., 1943-1946.

CORSI, Francisco Luiz. Estado Novo: política externa e projeto nacional. São Paulo, EDUNESP, 2000.

______. Uma análise comparativa das políticas econômicas externas do Brasil e da Argentina durante a Segunda Guerra Mundial. Anais do XXVII Congresso Nacional de História. NATAL: ANPUH, 2013.

DI TELLA, Torquato. Historia de los partidos políticos en América Latina. Buenos Aires: Fondo de Cultura Económica, 2013.

ESCUDÉ, Carlos. Gran Bretana, Estados Unidos y la declinación argentina (1942-1949). Buenos Aires: Belgrano, 1983.

ETULAIN, Carlos. Intervenção do Estado, economia e petróleo: um estudo sobre liberalismo e nacionalismo na Argentina. Dissertação de Mestrado em Economia, Universidade Estadual de Campinas, 1991.

FAUSTO, Boris. Estado, classe trabalhadora e burguesia industrial (1920-1945). Novos Estudos CEBRAP, São Paulo, n. 20, p. 6-37, 1988.

FAUSTO, Boris; DEVOTO, Fernando. Brasil e Argentina. Um ensaio de história comparada (1850-2002). São Paulo, Ed. 34, 2004.

FERRER, Aldo. A economia argentina. De suas origens ao início do século XXI. Rio de janeiro, Campus, 2006.

FIORI, José Luís. Em busca do dissenso perdido. Ensaios críticos sobre a festejada crise do Estado. Rio de Janeiro, Insight, 1995.

FODOR, Jorge; O’ CONNELL, Arturo. La argentina y la economia atlantica en la primeira mitad del siglo XX. Desarollo Económico. Buenos Aieres, v.13, n. 49, p. 3-65, 1973.

FONSECA, Pedro Cezar Dutra. Vargas: o capitalismo em construção. São Paulo, Brasileiense, 1989.

FURTADO, Celso. Formação econômica do Brasil. 18 ed. São Paulo, Nacional, 1983.

GAMBINI, Roberto. O duplo jogo de Getúlio Vargas. São Paulo: Símbolo, 1977.

GERCHUNOFF, Pablo; LLACH, Lucas. El ciclo de la ilusión y el desencanto. Buenos Aires Ariel, 2005.

______. Circulando no labirinto: a economia argentina entre a depressão e a guerra, 1929-1939. In: LIMINIC, Fávio; MARTINHO, Francisco (Orgs.). A grande depressão. Política e economia na década de 1930 – Europa, Américas, África e Ásia, Rio de Janeiro, Civilizacão Brasileira, p. 171-196, 2009.

______. Causas y azares en más de un siglo de historia económica argentina. In: RUSSELL, Robert. (org.). Argentina, 1910-2010. Balance de siglo. Buenos Aires: Aguilar, p 103-166, 2010.

GIRBAL-BLACHA, Noemi (org.). Estado, sociedade y economia en la Argentina (1930-1997). Buenos Aires: Universidad Nacional de Quilmes, 2001.

HILTON, Stanley. O Brasil e as grandes potências: os aspectos políticos da rivalidade comercial (1930-1939). Rio de janeiro, Civilização Brasileira, 1977.

HOBSBAWM, Eric. J. A era dos extremos. O breve século XX: 1914-1991. São Paulo, Cia. das Letras, 1995.

JORGE, Eduardo. Industria y concentración económica. Buenos Aires: Siglo XXI, 1975.

LÁZZARO, Silvia. Crisis, intevención del Estado, agro y industrialización. Condicionantes internacionales e internos: Argentina, 1930-1943. In: BALSA, Javier; LÁZZARO, Silvia (orgs.). Agro y política en Argentina. El modelo agrario en question, 1930-1943. Buenos Aires: CICCUS, p. 13-34, 2012.

LLACH, Juan. El Plan Pinedo de 1940, su significado histórico y los orígenes de la economia política del peronismo. Desarrollo Económico. Buenos Aires, v. 23, n. 92, p. 515-557, 1984.

LOCHERY, Neill. Brasil: os frutos da guerra. Rio de Janeiro: Intrínseca, 2015.

LUNA, Francisco V.; KLEIN, Hebert S. História econômica e social do Brasil. O Brasil desde a república. São Paulo: Saraiva, 2016.

MELLO, João Manuel Cardoso. O capitalismo tardio. São Paulo, Brasiliense, 1982.

MEMORIA ANNUAL. BANCO CENTRAL DE LA REPUBLICA ARGENTINA. Buenos Aires: Banco Central De La Republica Argentina, 1935-1945.

MOURA, Gerson. Autonomia na dependência: a política externa brasileira (1935-1942). Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1980.

MORGENFELD, Leandro. Vecinos en conflito. Buenos Aires: Lillo/Continente, 2011.

OLIVEIRA, Francisco de. Crítica à razão dualista. O ornitorrinco. São Paulo: Boitempo, 2003.

PANDOLFI, Dulce. Os anos 1930: as incertezas do regime. In: FERREIRA, Jorge; DELGADO, Lucília de Almeida Neves (orgs.). O Brasil republicano. O tempo do nacional estatismo. Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, p. 13-37, 2003.

PLAN de REACTIVACION ECONOMICA. Desarollo Económico. Buenos Aires, v.19, n. 75, p. 173-184, 1979.

POULANTZAS, Nicos. Classes sociais no capitalismo de hoje. Rio de Janeiro: Zahar, 1978.

ROMERO, Luis Alberto. História contemporânea da Argentina. Rio de Janeiro: Zahar, 2006.

RAPOPORT, Mario. Argentina y la Segunda Guerra Mundial: mitos y realidades. Buenos Aires: EIAL, vol.6, n. 1, p. 3-20, 1995.

______. Historia económica, política y social dela Argentina, 1880-2003. Buenos Aries, Ariel, 2003.

______. Política exteior Argentina. Poder y conflitos internos.Buenos Aires: Capital Intelectual, 2005.

______; MADRID, Eduardo. Argentina - Brasil: de rivales a aliados. Política, economia y relaciones internacionales. Buenos Aires: capital intelectual, 2011.

ROUGIER, Marcelo; ODISIO, Juan. “Argentina será industrial o no cumplirá sus destinos”. Las ideas sobre el desarrollo nacional (1914-1980). Buenos Aires: Imago Mundi, 2017.

SEITENFUS, Ricardo Antônio Silva. O Brasil de Getúlio Vargas e a formação dos blocos: 1939-1942. O processo de envolvimento brasileiro na Segunda Guerra Mundial. São Paulo, Nacional, 1985.

VARGAS, Getúlio Dorneles. Discursos em São Paulo. Rio de Janeiro: Imprensa Mercantil, 1943.

VÁZQUEZ-PRESEDO, Vicente. Crisis y retraso: Argentina y la economia internacional entre las dos guerras. Buenos Aires, 1978.

______. Consecuencias económicas de la guerra para um país neutral – Argentina; 1939-1945. Buenos Aires: Academia Nacional de Ciencias Económicas, 1992.

VIANNA, Sérgio Breserman. Política econômica externa e industrialização: 1946-1951. In: ABREU, Marcelo de Paiva (org.). A ordem do progresso. Cem anos de política econômica republicana. Rio de Janeiro: Campus, p. 105-122, 1992.

VIGEVANI, Tullo. Questão nacional e Política Exterior. Tese de Doutorado em História, Universidade de São Paulo, 1990.

VILLELA, Anibal; SUZIGAN, Wilson. Política do governo e crescimento da economia brasileira: 1889-1945. Rio de Janeiro: IPEA/INPES, 1973.

WIRTH, Jhon. A política de desenvolvimento na era Vargas. Rio de Janeiro: FGV, 1973.

Arquivos Consultados:

Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil (CPDOC) da Fundação Getúlio Vargas (FGV)

Arquivo Getúlio Vargas (GV)

Arquivo Osvaldo Aranha (OA)

Arquivo Sousa Costa (SC)




DOI: https://doi.org/10.30612/rmufgd.v7i14.9133

Monções: Revista de Relações Internacionais da UFGD - ISSN 2316-8323 - Dourados - MS, Brasil.

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.