Os desafios da política de integração regional e a governação multinível na Comunidade Econômica dos Estados da África Ocidental

Kathleen Rocheteau Gomes Coutinho, Paulino Oliveira do Canto

Resumo


A integração regional é um processo complexo constituído por relações supranacionais com o propósito de responder aos desafios da conjuntura nacional, regional e internacional. Entende-se, que para responder aos desafios da regionalização, neste caso, a Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) deve, paulatinamente, prosseguir para a governação multinível que, consequentemente, tem um papel crucial no desenvolvimento de políticas de integração regional. Com base na teoria neofuncionalista, este trabalho tem como objetivo principal compreender a influência da governação multinível no desenvolvimento da política de integração regional na CEDEAO. Este artigo consubstancia-se numa análise qualitativa, utilizando dados recolhidos através de documentos de fontes secundárias. Trata-se de uma análise compreensiva da governação multinível e dos desafios da política de integração regional na CEDEAO. O resultado do estudo aponta que a governação multinível na CEDEAO iniciou-se com as reformas estruturais e regulamentares do Tratado Revisto de 1993 e um conjunto de outros mecanismos o que permitiu partilhar os objetivos da Comunidade às outras instituições, além da Conferência dos Chefes de Estado e do Governo e os atores não-estatais.

Palavras-chave


Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO). Neofuncionalismo. Governação Multinível.

Texto completo:

PDF

Referências


ADEPOJU, Aderanti; BOULTON, Alistair; LEVIN, Mariah. Promoting Integration through Mobility: Free Movement under ECOWAS, 2007. Disponível em Acessado em 27 de abril de 2018.

AFRICAN ECONOMIC OUTLOOK. Perspetivas Económicas em África: Empreendedorismo e Industrialização. Paris Cedex: 16ª Edição. 2017. Disponível em: Acessado em 30 de janeiro de 2018.

AFADZINU, Nana. O papel da sociedade civil no processo da integração regional -a experiência da África Ocidental. In: AKOUTOU, Ablam Benjamin; SOHN, Rike; VOGL, Matthias and YEBOAH, Daniel (Eds.). Migrações e Sociedade Civil como motores do desenvolvimento – um contexto regional. Estudo IAO: ZEI, nº 23. 2015, p.9-43.

AMARAL FILHO, J. A endogeneização no desenvolvimento econômico regional e local. Planejamento e Políticas Públicas, V. 23, p. 261-286, 2001.

BANGURA, Abdul Karim and LAMIN, Falla Dominic. Traditional Regional Integration Theories: A Synopsis. The African Institution: Washington DC, 2016.

BRITO, Wladimir. Responsabilidade de Proteger: no Direito Internacional. Coimbra: Edições Almedina, S.A, 2017.

CAMISÃO, Isabel Anunciação Ferraz. A Comissão Europeia como variável independente: uma análise de papel da instituição na reforma dos tratados (1985-2009). Tese de Doutorado em Ciência Política e Relações Internacionais, Universidade do Minho, 2010.

CEDEAO. Acordo de Conacky no quadro da implementação do roteiro da CEDEAO para uma saída de crise. Bissau, 2016.

CEDEAO, 2018. Sessão extraordinária da conferência dos Chefes de Estado e de Governo da CEDEAO. Realizado em 27 de janeiro de 2018 na Adis Abeba, República Federal Democrática de Etiópia. Disponível em: Acessado em 06 de fevereiro de 2018.

COSTA, Suzano. Sociedade civil, Estado e Qualidade de Democracia em Cabo Verde entre a letargia Cívica e Omnipresença do Leviatã. In: Sarmento, Montalvão e Costa, Suzano (Orgs.). Entre África e a Europa: Nação, Estado e Democracia em Cabo Verde. Coimbra: Almedina, 2013.

DE LOMBAERDE, Phillippe; ESTEVADEORDAL, Antoni and SUOMINEN, Katipp (Eds.). Governing Regional Integration for Development: Monitoring Experiences, Methods and Prospects. Ashgate e-Book: USA. Pp.1-11, 2008.

DIALLO, Mamadou Alpha. A Integração Regional na África Ocidental (1960-2015): Balanço e Perspectivas. Revista Brasileira de Estudos Africanos, V.1, n. 1, p.243-263, 2016.

ESSIEN, Essien Abel. 20 anos de Tratado Revisto e 40 anos de CEDEAO - Uma análise da integração regional na África Ocidental na perspetiva da prática. In: AKOUTOU, Ablam Benjamin; SOHN, Rike; VOGL, Matthias and YEBOAH, Daniel (Eds.). Migrações e Sociedade Civil como motores do desenvolvimento – um contexto regional. Estudo IAO: ZEI, nº 17. 2014, p.11-42.

ECOWAS VISION 2020. Towards a Democratic and Prosperous Community. 2010. Disponível em: Acessado em 04 de fevereiro de 2018.

ECOWAS Bank for Investment and Development. Strategic Plan 2016-2010. 2016. Disponível em: Acessado em 18 de maio de 2018.

ECOWAS Documentation online, 2018. Disponível em: Acessado em 04 de fevereiro de 2018.

FURTADO, Vladimiro Salvador Moreira. Arranjos Institucionais e Democracia Participativa em Cabo Verde: um estudo comparado dos conselhos de controle políticas públicas (1992-2013). Tese de doutoramento em Ciência Política, Universidade Federal do Rio Grande Sul, 2015.

GOMES, Joaquim. A inserção de Cabo Verde na CEDEAO: o comércio e as migrações. Edições Eletrónicas CEAUP: Portugal, 2009.

HAAS Ernest B. International integration: the European and the universal process. International Organization. Vol.15, n. º 3, p.366–92, 1961.

HARTMANN, Christof. Governance Transfer by the Economic Community of West African States (ECOWAS): A B2 Case Study Report. SFB-Governance Working Paper Series. N. 47. Collaborative Research Center (SFB) 700: Berlin. 2013. Disponível em: Acessado em 20 de fevereiro de 2018.

HENRICHS, Joanni Aparecida e MEZA, Maria Lúcia Figueiredo Gomes de. Governança multinível para o desenvolvimento regional: um estudo de caso do Consórcio Intermunicipal da Fronteira. Revista Brasileira de Gestão Urbana. V. 9, n. 1, p.124-138, 2017.

HELBLE Matthias. On the influence of world religions on international trade. Journal of Public and International Affairs, vol. 17, n. º 11, p.279-88, 2006.

IAPADRE, Lelio; DE LOMBAERDE, Philippe e MASTRONARDI, Giovanni. Medição da regionalização do comércio em África: o caso da CEDEAO. In SOHN, Rike and OPPONG, Ama Konadu (Eds.). Comércio regional e integração monetária na África Ocidental e na Europa. Estudo IAO: ZEI, N. 6, 2013, p.61-94.

KAPPIAH, Mahama. Desenvolvimento da energia sustentável na África Ocidental: potencialidades e desafios. In Akoutou Ablam Benjamin; Sohn, Rike; Vogl, Matthias and Yeboah Daniel (Eds.). Compreender a integração regional na África Ocidental: uma análise multitemática e comparativa. Estudo IAO: ZEI, n. º 17, 2014, p.195-223.

MACHADO, João Guilherme Rocha e PAMPLONA, João Batista. A ONU e o desenvolvimento econômico: uma interpretação das bases teóricas da atuação do PNUD. Economia e Sociedade, Campinas, v. 17, n.º 1 (32), 2008, p. 53-84.

Migrações e Sociedade Civil como motores do desenvolvimento – um contexto regional. Estudo IAO: ZEI, nº 17. 2014, p.77-112.

MITRANY, David. The Functional Approach to World Organization. International Affair, V. 24, Issue 3, p. 350-365, 1948.

MITRANY, David. A Working Peace System: An Argument for the Functional Development of International Organization. p.42-54, 1943. Disponível em Acessado em 25 de abril de 2018.

MOCO, José Carlos Marcolino. Contribuição para uma apreciação jus-internacional da integração regional africana. Lisboa: Universidade de Lisboa, 2016. Disponível em: Acessado em 11 de maio de 2018.

NIGERIAN OIL AND GAS INDUSTRY CONTENT DEVELOPMENT ACT. 2010. Disponível em Acessado em 10 de maio de 2018.

OKOH, James. Navigating protectionist policies in Africa: effective application of protectionist policies to enable economic development. Annual Conference of the African bar Association Conference. Nigeria, 2017. Disponível em Acessado em 09 de maio de 2018.

OYEJIDE, T. Ademola. Policies for Regional Integration in Africa. Economic Research Papers, n.º 62, African Development Bank: Abijan, Côte d’Ivoire, 2000. Disponível em Acessado em 09 de maio de 2018.

OWUSU, George. Fatores que moldam a integração económica e o comércio regional na África Ocidental. In SOHN, Rike and OPPONG, Ama Konadu (Eds.). Comércio regional e integração monetária na África Ocidental e na Europa. Estudo IAO: ZEI, n. 6, 2013, p.11-34

PETROLEUM (LOCAL CONTENT AND LOCAL PARTICIPATION) REGULATIONS. Legislative Instrument (L.I 2204). 2013. Disponível em Acessado em 18 de maio 2018.

PRISO-ESSAWE, Samuel. O desenvolvimento e a relevância do direito regional na África Ocidental. In: AKOUTOU, Ablam Benjamin; SOHN, Rike; VOGL, Matthias and YEBOAH, Daniel (Eds.). Migrações e Sociedade Civil como motores do desenvolvimento – um contexto regional. Estudo IAO: ZEI, n.º 17. 2014, p.77-112.

PROTOCOLO A/P2/8/94. (julho/agosto 1994). Protocolo Relativo ao Parlamento da Comunidade. V. 27. Comunidade Económica dos Estados de África Ocidental (CEDEAO). Disponível em: Acessado em 22 de fevereiro de 2018.

PROTOCOLO A/P1/12/99 relativo ao Mecanismo de Prevenção, de Gestão, de Resolução de Conflitos, de Manutenção da Paz da Segurança (não assinado nem ratificado por Estado de Cabo Verde). Disponível em: Acessado em 20 de fevereiro de 2018.

PROTOCOLO A/SP1/12/01 sobre a Democracia e Boa Governação; Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental. Disponível em: Acessado em 19 de fevereiro de 2018.

PROTOCOLO A/P3/12/01 relativo a luta contra a Corrupção. Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental. Disponível em: Acessado em 22 de fevereiro de 2018.

Protocol A/P.1/7/87 on Cultural. Framework Agreement for the Economic Community of West African States. Disponível em: Acessado em 22 de maio de 2018.

REGULAÇÃO MSC/REG.1/01/08 sobre o Quadro de Prevenção de Conflitos da CEDEAO. Disponível em: Acessado em 22 de fevereiro de 2018.

RODRIGUES, Nancy L.; COUTINHO, Kathleen R.G. and CANTO, Paulino O. do. People and Society in the Economic Community of West African States, with a Special Focus on Cabo Verde. CORDESIA Bulletin, n.º 3, 2017 (no prelo).

Resived Treaty of Economic Community of West African States, 1993. Abuja: ECOWAS COMISSION. Disponível em: Acessado em 16 de fevereiro de 2018.

SĂLĂGEANU, Romana. Regional implementation of Multi Regional implementation of Multi-level Governance Type I: the Europeau Cohesion Policy. In Federal Governance, vol. 13, n.º 1, pp. 56-67, 2016.

SCHMITTER, Philippe C. A experiência da integração europeia e seu potencial para a integração regional. Lua Nova. n.º 80, p. 9-44, 2010.

SANGREMAN, Carlos Eduardo; JÚNIOR, Fernando Sousa; ZEVERINO, Guilherme Jorge R.; BARROS, Miguel de. A evolução política recente na Guiné-Bissau: As eleições presidenciais de 2005; Os conflitos; O desenvolvimento; A sociedade civil. Centro de Estudos sobre África e do Desenvolvimento, n.º 17. Lisboa: Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade Técnica de Lisboa, 2006.

SANTOS, Celso Medina. Integração Regional e Desenvolvimento: o caso da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO). Dissertação em Relações Internacionais, Universidade de São Paulo, 2015.

SUPPLEMENTARY PROTOCOL A/SP.1/06/06. Amending the revised ECOWAS treaty. 2016. Disponível em: Acessado em 18 de fevereiro de 2018.

TREATY OF THE ECONOMIC COMMUNITY OF WEST AFRICAN STATES (ECOWAS). Lagos on 28 May 1975. Disponível em: Acessado em 14 de junho de 2018.

UNITED NATIONS DEVELOPMENT PROGRAMME (UNDP). Human Development Report 1990. New York: Oxford University Press, 1990. Disponível em: Acessado em 20 de junho de 2018.

ZELENKA, Markéta. Monitoring regional economic integration in practice: Monitoring approaches applied in Regional Economic Communities (RECs). GIZ: Germany, 2015.




DOI: https://doi.org/10.30612/rmufgd.v7i13.8720

Monções: Revista de Relações Internacionais da UFGD - ISSN 2316-8323 - Dourados - MS, Brasil.

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.