Terra, trabalho e família: considerações sobre a (re) criação do campesinato brasileiro nos movimentos sociais rurais

Andrey Minin Martin

Resumo


O objetivo deste texto é apresentar algumas reflexões a respeito da construção da noção de campesinato ao longo das últimas décadas de pesquisa no campo das ciências humanas, abordando algumas de suas principais interpretações. Sem a preocupação de formular um constructo teórico-metodológico desta noção, no sentido de encerrar seu campo de possibilidades de apreensão das potencialidades existentes nas práticas dos sujeitos, buscaremos, a partir das contribuições e da produção de alguns teóricos, apresentar questões que entendemos norteadoras para o debate sobre o conceito de campesinato e de agricultura familiar.

Palavras-chave


Campesinato. Trabalho. Movimentos sociais.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.