Operational performance of sugarcane harvests with and without the use autopilot

Rodrigo Garcia Brunini, Edcarlos Adam Petrucci

Resumo


Brazil is world leader in the production of sugarcane, crop that is grown in several regions of the country and responsible for the generation of sugar and ethanol. However, maintaining high productivity in the field requires that productive areas are increasingly equipped with innovative solutions that provide increased efficiency in crop management. The main focus of agricultural systematization is using georeferencing and geoprocessing to make more efficient the trafficability of agricultural machines and increase the productive area, reducing the costs with field operations and the risks of failures in cultures caused by trampling. The objective of this study was to evaluate the operational efficiency of autopilot on trafficability and reduction of trampling into a sugarcane harvesters cultivated area. Efficiency tests were carried out in an area cultivated with sugarcane divided between two treatments, using the autopilot with satellite navigation coupled in the harvester and in the other area, the harvester maintained the common working method (without use of automatic pilot). The data generated by the equipment were collected and the parameters of fuel consumption, operational time, production harvested and harvest losses were evaluated, compared and interpreted through multivariate statistical analysis. The results of this study indicated that the treatment using harvester with autopilot, there was significant field harvest efficiency (7.6 Mg h-1) and a reduction in fuel consumption (on average 10%) when compared to the harvester without autopilot.


Palavras-chave


Harvest; Correction; Failure; Positioning; Saccharum officinarum L.

Texto completo:

PDF (English)

Referências


BAIO, F. H. R.; MORATELLI, R. F. Avaliação da acurácia no direcionamento com piloto automático e contraste da capacidade de campo operacional no plantio mecanizado da cana-de-açúcar. Engenharia Agrícola, v. 31, n. 2, p. 367-375, 2011.

BENEDINI, M. S.; BROD, F. P. R.; PERTICARRARI, J. G. Perdas de cana e impurezas vegetais e minerais na colheita. 1ª Edição. Boletim Coplana, Jaboticabal, 2013. 7p.

BERNARDI, J. V. E.; LANDIM, P. M. B. Aplicação do sistema de posicionamento global (GPS) na coleta de dados. 1ª Edição. Rio Claro: UNESP, 2002. 31p.

BERNARDI, A. D. C.; NAIME, J. D. M.; RESENDE, A. D.; BASSOI, L.; INAMASU, R. Agricultura de precisão: resultados de um novo olhar. 1ª Edição. Embrapa Brasília, DF: Editora Cubo, 2014. 596p.

CARVALHO, L. A.; REZENDE, I. S.; PANACHUKI, E.; SILVA JUNIOR, C. A., NOVAK, E.; SILVA, G. F. C. Variáveis físicas do solo e produtividade de cana-de-açúcar sob sistemas de preparo na reforma de canavial. Agrarian Academy, v.1, n.1, p.259-74, 2014.

CASE IH Brasil. Manual Case colhedora de cana A8800 Multi-Row. 2014, 8p. Disponível em: . Acesso em 21/04/2017.

CASE IH Brasil. AFS Software. 2017. Disponível em: . Acesso em 20/04/2017.

CERVI, R. G.; ESPERANCINI, M. S. T.; SILVA, H. D. O. F.; ISLER, P. R.; DE OLIVEIRA, P. A. Avaliação do desempenho operacional da colheita e transbordo de cana-de-açúcar (Saccharum spp.). Energia na agricultura, v.30, n.3, p.232-241, 2015.

CONAB - Companhia Nacional do Abastecimento. Acompanhamento da safra brasileira: cana-de-açúcar safra 2017/2018. Conab, v.4, n.1, p.1-57, 2017.

COSTA, A. S. J.; COLLINS, D. C. S. D.; FERRARI, T. D. R. L.; BERTAGNA, R.; WAGNER, L. R. Avaliação do impacto ambiental causado pelas alterações espaço temporal do uso do solo e da cobertura vegetal utilizando o modelo das cadeias de Markov. Ciência e Natura, v.38, n.1, p.115-124, 2016.

DE LIMA, R. P.; DE LEÓN, M. J.; DA SILVA, A. R. Compactação do solo de diferentes classes texturais em áreas de produção de cana-de-açúcar. Revista Ceres, v.60, n.1, p.016-020, 2015.

EMBRAPA, SOLOS. Sistema Brasileiro de Classificação de Solos. 3ª Edição. Brasília, DF: Embrapa, 2013. 353p.

FAULIN, M. R.; SALVI, J. V.; AZEVEDO, F. R.; BARRADO, M. J. Qualidade da colheita mecanizada na cultura da cana-de-açúcar com e sem direcionamento automático. 3° EncMap. Pompéia: Bless, 2012, 8p.

IEA - Instituto de Economia Agrícola. Índice de Mecanização na Colheita da Cana-de-açúcar no Estado de São Paulo e nas Regiões Produtoras Paulistas. Análises e Indicadores do Agronegócio, v.12, n.6, p.1-6, 2017.

JÚNIOR, J. J. A.; PEROZINI, A. C.; THOMAS, P. C. Utilização do piloto automático no plantio mecanizado da cultura da cana-de-açúcar (Saccharum spp), Alto Taquari-MT. Nucleus, v.12, n.2, p.211-220, 2015.

JUNQUEIRA, R. Á. R.; MORABITO, R. Optimization approaches for sugarcane harvest front programming and scheduling. Gestão & Produção, v.1, n.1, p.1-16, 2017.

KAMIMURA, K. M.; SANTOS, G. R. D.; OLIVEIRA, M. S. D.; JUNIOR, D.; DE SOUZA, M.; GUIMARÃES, P. T. G. Spatial variability of the physical properties of a Red Yellow Latosol under coffee. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v.37, n.4, p.877-888, 2013.

MARTINS, M. B.; RAMOS, C. R. G.; SOUZA, F. L.; SARTORI, M. M. P.; LANÇAS, K. P. Relação entre velocidade de deslocamento, rendimento da cana-de-açúcar e o consumo de combustível da colhedora. Revista de Agricultura Neotropical, v.4, n.1, p. 88–91, 2017.

MATSUOKA, S.; ARIZONO, H.; BASSINELLO, A. I.; GHELLER, A. C. A.; HOFFMANN, H. P.; MASUDA, Y. Variedades superprecoces de cana-de-açúcar. Álcool e Açúcar, n. 78, p. 22-30, 1995.

OLIVEIRA FILHO, F. X. D.; MIRANDA, N. D. O.; MEDEIROS, J. F. D.; SILVA, P. C. M. D.; MESQUITA, F. D. O.; COSTA, T. K. G. Soil compaction in a sugarcane field at Baía Formosa, Rio Grande do Norte, Brazil. Revista Ceres, v.63, n.5, p.715-723, 2016.

PEEL, M. C.; FINLAYSON, B. L.; MCMAHON, T. A. Updated world map of the Köppen-Geiger climate classification. Hydrology and Earth System Sciences Discussion, Europe Geoscience Union, v.11, n.5, p.1633-1644, 2007.

RAMOS, C. R. G.; LANÇAS, K. P.; DE SOUZA SANTOS, R.; MARTINS, M. B.; SANDI, J. Eficiência e demanda energética de uma colhedora de cana-de-açúcar em talhões de diferentes comprimentos. Energia na agricultura, v.31, n.2, p.121-128, 2016.

RIPOLI, T. C. C.; RIPOLI, M. L. C. Biomassa de cana-de-açúcar: colheita, energia e ambiente. 1ª Edição. Piracicaba, SP: PLD, 2009. 333p.

BALDO, RODRIGO F. G. et al. “Automatic Steering Systems Based on Relative Position”. International Journal of Engineering and Technical Research, v.6, n.1, p.2454-4698, 2016.

SANTOS, A. F.; KAZAMA, E. H.; ORMOND, A. T. S.; TAVARES, T. O.; SILVA, R. P. Quality of mechanized peanut digging in function of the auto guidance. African Journal of Agricultural Research, v.11, n.48, p.4894-4901, 2016.

SEGATO, S. V.; DAHER, F. Perdas Visíveis na Colheita Mecanizada de cana-de-açúcar crua sob velocidades de deslocamento da colhedora, Nucleus, v.8, n.1, p.315-325, 2011.

SILVA, R. P. D.; CORRÊA, C. F.; CORTEZ, J. W.; FURLANI, C. E. Controle Estatístico Aplicado ao Processo de Colheita Mecanizada da Cana-de-açúcar. Engenharia Agrícola, v.28, n.2, p.292-304, 2008.

SOUZA, Z. M.; MARQUES JUNIOR, J.; PEREIRA, G. T. Variabilidade espacial de atributos físicos do solo em diferentes formas de relevo sob cultivo da cana–de–açúcar. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v.28, n.6, p.937-944, 2013.

TECGRAF. Software AgroCAD. 2017. Disponível em: . Acesso em 20/04/2017.

VANI, B. C.; MONICO, J. F. G.; SHIMABUKURO, M. H. Fundamentos e aspectos computacionais para posicionamento computacionais para posicionamento por ponto GPS. Revista Brasileira de Geomática, v.2, n.1, p.8-19, 2013.

VELLAR, R.; GADOTTI, G. I.; LUZ, M. L. G. S. Diagnóstico sobre a agricultura de precisão na região sul do Rio Grande do Sul. Revista Brasileira de Engenharia e Sustentabilidade, v.2, n.2, p.67-73, 2016.




DOI: https://doi.org/10.30612/agrarian.v12i43.7110

Revista Agrarian
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)
ISSN da versão online: ISSN 1984-2538

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.