Momento ideal para a colheita do girassol em função da coloração do dorso dos capítulos

Humberto Pereira da Silva, Delacyr da Silva Brandão Junior, Regynaldo Arruda Sampaio, Rômulo Fredson Duarte, José Maria Gomes Neves, César Fernandes Aquino

Resumo


Resumo. Objetivou-se estudar o momento ideal para colheita do girassol baseado na umidade dos capítulos e sementes, bem como na coloração do dorso dos capítulos. Para isso foram coletados durante a época de colheita capítulos em diferentes colorações e em seguida realizou-se a classificados em cinco colorações (amarelo, amarelo com as bordas  castanho, castanho amarelado, castanho e castanho seco). Os capítulos foram avaliados quanto ao diâmetro, umidade dos capítulos e das sementes. Pode se concluir que quando os capítulos se encontram com a coloração amarela não é possível se processar a colheita mecânica, devido à umidade muito elevada. As variações de umidade dos capítulos com coloração amarela em relação ao castanho amarelado foram de 66,86%, e dos amarelos com bordas castanho para o castanho  amarelado essa variação é de 55,68 %. O ponto ideal de colheita é o período entre a transição da coloração dos capítulos de amarelo com bordas castanhas para o castanho amarelado, podendo se processar sem a necessidade de secagem. A umidade das sementes nos capítulos de coloração castanha (castanho amarelado, castanho e seco) é bastante
baixa em torno de 6%, a colheita nessa época pode levar a baixa produtividade

Palavras-chave


Helianthus annuus L, maturação, sementes, umidade

Texto completo:

PDF


Direitos autorais



Revista Agrarian

ISSN da versão online: ISSN 1984-2538
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)

Licença Creative Commons

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.