Efeito da indução do parto sobre o desempenho dos leitões

Lucio Pereira Rauber

Resumo


O experimento foi realizado com o objetivo de avaliar o desempenho dos leitões nascidos de porcas que tiveram o parto induzido. Foram utilizadas 33 fêmeas de linhagens comerciais com ordem de parto entre 2 e 7, as quais foram distribuídas em dois blocos, entre segundo e quarto parto (bloco 1) e entre o quinto e sétimo parto (bloco 2). Para o tratamento foram utilizadas 16 fêmeas que tiveram parto induzido com 75μg D- cloprostenol via submucosa vulvar. Para o grupo controle do experimento foram utilizadas 17 fêmeas que pariram naturalmente. A indução do parto foi realizada aos 114 dias de gestação. As leitegadas foram pesadas ao nascimento, aos 07 dias, aos 14 dias, aos 21 dias e aos 28 dias no desmame. A indução teve efeito significativo no peso individual dos leitões nascidos de parto induzido, sendo 162 g mais leves (p≤0,022) que os nascidos de parto natural, no peso individual aos 07 dias foram 332 g mais leves (p≤0,027), no peso individual aos 21 dias, 505 g mais leves (p≤0,042) e uma tendência no peso individual a desmama em serem 515 g mais leves (p=0,058). A indução de parto diminui o peso individual dos leitões ao nascimento e durante o crescimento lactacional.

Palavras-chave


Indução de parto, peso ao nascer, PGF2alfa

Texto completo:

PDF


Revista Agrarian
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)
ISSN da versão online: ISSN 1984-2538

 

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.