Cálculo para taxa de semeadura de espécies forrageiras perenes em cultivos anuais

Gessí Ceccon

Resumo


O cultivo de forrageiras perenes com espécies anuais requer maiores cuidados no ajuste da população de plantas. O valor cultural, com base no teste de tetrazólio, normalmente utilizado, não indica a massa necessária de sementes para estabelecer a população desejada de plantas. O presente trabalho foi realizado com o objetivo de conferir as diferenças entre sementes de forrageiras perenes e apresentar um novo cálculo para estabelecimento de plantas com base na massa de sementes, pureza e germinação, em função da quantidade de sementes e da população de plantas. Para embasamento dos resultados realizou-se um experimento com espécies e cultivares de Brachiaria spp. e de Panicum spp. no qual quantificou-se o número de sementes por grama, pureza, viabilidade pelo teste de tetrazólio, germinação em areia, índice de velocidade de emergência, altura e massa de plantas. O delineamento experimental foi em blocos casualizados com nove tratamentos e quatro repetições, com 100 sementes por parcela. Calculou-se o valor cultural levando em consideração os resultados de viabilidade, pelo teste de tetrazólio e de germinação em areia. Sementes com alto grau de pureza apresentam menor diferença entre valor cultural de viabilidade e valor cultural de germinação. O número de sementes por grama e o valor cultural de germinação devem ser inseridos na taxa de semeadura a fim de estabelecer a população desejada de plantas e conhecer a massa de sementes a ser utilizada.


Palavras-chave


Brachiaria, Panicum, germinação, tetrazólio, vigor

Texto completo:

PDF


Revista Agrarian
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)
ISSN da versão online: ISSN 1984-2538

 

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.