Adubação de plantio na cultura do Biri (Canna edulis Kerr-Gawler)

Tiago Roque Benetoli Silva, Arnaldo Ibanhe Mongelo

Resumo


O presente trabalho de pesquisa foi desenvolvido em Campo Grande (MS), objetivando avaliar o efeito da aplicação de nitrogênio, fósforo e potássio na produtividade da cultura do biri. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados em esquema fatorial, com 4 repetições. Os tratamentos foram representados pela combinação de adubação com nitrogênio, fósforo e potássio, constituindo-se da aplicação ou não de nitrogênio (0 e 10 kg ha-1), cinco doses de P2O5 (0, 40, 60, 80 e 120 kg ha-1) e três doses de K2O (0, 30 e 60 kg ha-1).

Realizou-se análise de diâmetro (cm), altura (cm) e número de folhas por planta, aos 30, 90 e 150 dias após o plantio, produtividade e massa seca da parte aérea. A adubação com nitrogênio induziu maior produtividade, caracterizada pela massa de rizomas, na cultura do biri. A aplicação de fósforo e potássio não alterou a produtividade na cultura do biri, durante o ciclo de 150 dias.


Palavras-chave


Canna edulis, adubação

Texto completo:

PDF


Revista Agrarian
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)
ISSN da versão online: ISSN 1984-2538

 

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.