Vitamina B12 na qualidade do sêmen de jundiás, Rhamdia voulezi criados em tanques-rede

Odair Diemer, Thêmis Sakaguti Graciano, Wilson Rogerio Boscolo, Aldi Feiden, Altevir Signor, Arcangelo Augusto Signor

Resumo


O trabalho teve como objetivo avaliar a qualidade do sêmen de reprodutores de jundiás criados em tanques-rede alimentados com dietas com níveis crescentes de vitamina B12. Foram utilizados seis tratamentos e três repetições constituídos por seis rações com níveis crescentes de vitamina B12 (0; 0,25; 0,5; 1,0; 2,0 e 4,0 mg kg-1 de ração), incluídas nas dietas basais através do suplemento mineral e vitamínico e incluídas em dieta basal. Seis peixes de cada tratamento foram selecionados aleatoriamente e transportados ao laboratório para a coleta de sêmen. A coleta de sêmen foi realizada por pressão abdominal até a redução na liberação, evitando-se qualquer sinal de sangramento. Os parâmetros avaliados dos animais foram peso final, volume de sêmen, concentração espermática e motilidade dos espermatozóides. Não foram observados efeitos para o peso final, volume do sêmen e concentração espermática. Contudo, a motilidade dos espermatozóides foi influenciada pela alimentação. A inclusão de 1,0 mg de vitamina B12 por kg de ração proporcionou uma melhora na motilidade espermática.


Palavras-chave


Espermatozóides, nutrição de peixes, reprodução de peixes

Texto completo:

PDF


Revista Agrarian
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)
ISSN da versão online: ISSN 1984-2538

 

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.