Níveis de concentrados para vacas de leite em sistema confinado e sua implicação na composição e produção do leite

Joabe Jobson de Oliveira Pimentel, Rogério de Paula Lana, André Soares de Oliveira, Rafael Monteiro Araújo Teixeira, Daniel Carneiro de Abreu, Caren Paludo Ghedini, Mozart Alves Fonseca, Ricardo Marostegan de Paula

Resumo


Avaliaram-se os efeitos da quantidade de concentrado sobre a produção e composição do leite de vacas mestiças Holandês-Zebu com peso médio de 515 ± 38 kg, entre a 3a e 5a lactações, recebendo cana-de-açúcar acrescida de 0,25% de mistura ureia/sulfato de amônia como volumoso. Oito vacas foram distribuídas em dois quadrados latinos 4x4 e os tratamentos consistiram de um controle onde apenas sal mineral foi fornecido e três níveis de concentrados: 1,25; 2,5; e 5,0 kg animal-1 dia-1 à base de milho, farelo de soja, mistura de ureia/sulfato de amônia 9:1 e sal mineral. O experimento foi analisado em quadrado latino (QL) incluindo efeitos de tratamento, QL, animal/QL e período/QL. Não houve efeito de tratamento para as variáveis analisadas, mas houve tendência de resposta curvilínea na produção de leite, seguindo o relacionamento de Michaelis-Menten, sendo explicada pela seguinte equação de Lineweaver-Burk: 1/leite = 0,0065*(1/supl) + 0,1093; r2 = 0,96. A produção máxima teórica de leite (1/a) foi de 9,1 kg animal-1 dia-1, e a quantidade de concentrado para causar metade da produção máxima de leite (b/a) foi verificada com 5,2% daquela para atingir 95% da resposta máxima. O aumento marginal na produção de leite reduz com a suplementação, sendo diferente do NRC 2001, que considera resposta linear ao suprimento de energia ou de proteína.


Palavras-chave


Cana-de-açúcar, Lineweaver-Burk, Michaelis-Menten, resposta produtiva, suplemento

Texto completo:

PDF


Revista Agrarian
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)
ISSN da versão online: ISSN 1984-2538

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.