Caracterização hidromorfométrica da bacia do Dourados localizada no centro-sul do Mato Grosso do Sul

Fabiane Kazue Arai, Silvio Bueno Pereira, Fabrício Correia de Oliveira, Leonardo de Souza Damália

Resumo


A caracterização de uma bacia hidrográfica consiste na determinação dos parâmetros hidromorfométricos, que são indicadores físicos e hidrológicos da bacia. Esta caracterização tem grande aplicação como indicadores para previsão do grau de vulnerabilidade da bacia a fenômenos como enchentes, inundações, erodibilidade, dentre outros. O presente trabalho teve como objetivo a caracterização física e hidrológica da bacia hidrográfica do rio Dourados, pertinentes aos dados de área de drenagem, perímetro, coeficiente de compacidade, fator de forma, índice de circularidade, declividade média, máxima e mínima, altitude média, máxima e mínima, sinuosidade do rio principal, ordem dos cursos d’água, densidade de drenagem, precipitação, vazão e balanço hídrico. Os resultados permitiram concluir que: a caracterização morfométrica da bacia do rio Dourados aponta para uma bacia de forma alongada; a declividade média da bacia do rio Dourados foi de 2,76%, caracterizando o relevo como plano, com drenagem deficiente e com altitude média de 449,5 m; a bacia hidrográfica do rio Dourados é de quinta ordem; o regime de precipitação apresenta uma oscilação unimodal, com período chuvoso compreendido entre os meses de outubro a março, onde também foram obtidos os maiores valores de vazão; a bacia do rio Dourados apresentou coeficiente de escoamento médio de 0,34.


Palavras-chave


características fisiográficas; hidrologia; SIG

Texto completo:

PDF


Revista Agrarian
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)
ISSN da versão online: ISSN 1984-2538

 

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.