Adubação nitrogenada na produtividade e qualidade de melão amarelo “Frevo" no município de Cassilândia-MS

Diógenes Martins Bardiviesso, Wilson Itamar Maruyama, Luis Lessi dos Reis, Elisângela Aparecida da Silva, Guilherme Augusto Biscaro, Alessandra Conceição de Oliveira

Resumo


O experimento foi conduzido no setor de produção agrícola da Unidade Universitária de Cassilândia - MS da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), avaliando-se diferentes doses de nitrogênio sobre a produtividade e a qualidade dos frutos de melão amarelo “Frevo” (Cucumis melo L.). Foi utilizado o delineamento experimental de blocos casualisados com cinco tratamentos (0, 45, 90, 180 e 360 kg ha-1 de N). A fonte de N utilizada foi a uréia, sendo aplicada em cobertura e dividida em três aplicações, 15, 30 e 45 dias após o transplante. Cada parcela foi constituída por uma fileira de oito metros de comprimento, nas quais as plantas foram espaçadas por 1 m e com 2 m entre cada fileira. A área útil da parcela foi formada pelas seis plantas centrais. As características avaliadas foram: produtividade, número de frutos por planta, massa média de fruto, comprimento, diâmetro, espessura da polpa, ºBrix, pH do fruto. Houve significância apenas para as variáveis, produtividade e número de frutos por planta. O aumento das doses de nitrogênio influenciou no número de frutos por planta e consequentemente na produtividade. Para a produção do híbrido de melão “Frevo”, nas condições de Cassilândia (MS), recomenda-se uma dosagem de 161 a 170 kg ha-1 de nitrogênio.


Palavras-chave


Cucumis melo L., Cucurbitaceae, uréia.

Texto completo:

PDF


Revista Agrarian
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)
ISSN da versão online: ISSN 1984-2538

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.