Qualidade de silagens de cana-de-açúcar e capim-elefante aditivadas com torta de polpa de coco macaúba

Adauton Vilela de Rezende, Danni Cesar Nogueira Achcar de Faria Junior, Carlos Henrique Silveira Rabelo, Flávio Henrique Silveira Rabelo, Arthur Carvalho, Laís Modesto da Silva, Monaliza Silva Silveira, Wesley Batista dos Santos

Resumo


Objetivou-se com esta pesquisa avaliar os efeitos da utilização da torta de polpa de coco macaúba (TPCM) sobre a qualidade bromatológica das silagens de capim-elefante e cana-de-açúcar. O trabalho foi conduzido na Universidade José do Rosário Vellano, campus de Alfenas (MG), sob delineamento experimental inteiramente casualizado. A mistura das duas forrageiras com a TPCM foi feita no momento da ensilagem nas seguintes proporções: 100% e 0%; 97% e 3%; 94% e 6%; 91% e 9%; 88% e 12% de forrageiras e TPCM, respectivamente. Após a homogeneização o material foi ensilado por 60 dias em silos experimentais, para avaliar as porcentagens de matéria seca (MS), proteína bruta (PB), fibra em detergente neutro (FDN), fibra em detergente ácido (FDA) e lignina (LIG) das silagens. Os dados foram submetidos ao estudo de regressão em função das doses de inclusão de TPCM por meio do software SISVAR®. Os resultados permitiram concluir que houve uma melhora na qualidade bromatológica das silagens de capim-elefante e cana-de-açúcar com adição de TPCM. As variáveis MS e PB apresentaram melhores valores com a adição de TPCM. Os porcentuais de FDN foram decrescentes e os de LIG aumentaram com a adição da torta.

Texto completo:

PDF


Revista Agrarian
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)
ISSN da versão online: ISSN 1984-2538

 

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.