Avaliação de Cultivares de Mandioca na Região Oeste do Estado de São Paulo

José Salvador Simoneti Foloni, Carlos Sérgio Tiritan, Diego Henriques Santos

Resumo


A mandioca é uma espécie nativa brasileira e encontra-se distribuída em todo o território nacional. O experimento, conduzido no município de Álvares Machado-SP, teve por objetivo comparar os resultados de produtividade, matéria seca e renda entre 12 cultivares de mandioca na a região de Presidente Prudente, oeste  do Estado  de  São  Paulo. As  12  cultivares  de mandioca  avaliadas  foram: Branca  de  Santa Catarina, Amarelinha Usina,  IAPAR  5017, Mico,  IAC  85,  IAPAR  11054-3,  Fécula Branca, Baianinha,  Ivar, Olho Junto,  IAPAR  11072-3  e  Pionera  IAPAR-19.  O  delineamento  experimental  utilizado  foi  em  blocos completos ao acaso, com 12 cultivares e quatro  repetições. Avaliou-se a altura das plantas, o diâmetro do caule,  número  de  hastes  por  planta,  produtividade,  teor de  água, matéria  seca  e  rendimento  de  amido. As cultivares mais adaptadas para região, com base nos resultados do experimento, foram a Pioneira Iapar 19 e a IAC 85, para um ciclo de cultivo.


Palavras-chave


Manihot esculenta, rendimento de amido, matéria seca

Texto completo:

PDF


Revista Agrarian
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)
ISSN da versão online: ISSN 1984-2538

 

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.