Tipos de pseudobulbos e número de nós no enraizamento e brotação de Dendrobium nobile

Ximena Maira de Souza Vilela, Moacir Pasqual, Fabíolla Villa, Aparecida Gomes de Araújo

Resumo


Dendrobium nobile (‘Olho-de-boneca’) é uma das espécies mais cultivadas e colecionadas da família das orquidáceas. Com o objetivo de verificar a influência de reguladores de crescimento na indução de enraizamento e brotação em estacas de orquídea, testaram-se diferentes concentrações de ANA e AIB. Os pseudobulbos, também conhecidos como estacas, foram retirados de touceiras cultivadas em tronco de árvore sem nenhum tratamento prévio. No mesmo dia as folhas foram retiradas e as estacas imersas em água por 18 horas. Após este período, as estacas foram higienizadas e divididas em três partes: basal, mediana e apical, com número de gemas variando entre três e cinco. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, constituído de: 12 tratamentos (3 tipos de estacas x 4 concentrações de AIB), com quatro repetições com cinco estacas cada e 12 tratamentos (3 números de nós x 4 concentrações de ANA). Após a imersão por 3 minutos em solução de ANA e AIB, as estacas foram colocadas em 48 bandejas plásticas perfuradas, preenchidas com substrato de casca de arroz carbonizada e mantidas em casa de vegetação com irrigação por microaspersão. Estacas medianas, sem imersão em AIB e estacas contendo dois nós, sem imersão de ANA, proporcionam resultados mais satisfatórios na obtenção de mudas de Dendrobium nobile

Palavras-chave


orquídea, estaquia, propagação vegetativa

Texto completo:

PDF


Revista Agrarian
ISSN da versão impressa: ISSN 1984-252X (Cancelada)
ISSN da versão online: ISSN 1984-2538

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.