O Impacto da blockchain: desafios para a ordem jurídica e para os mercados energéticos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30612/videre.v11i22.10460

Palavras-chave:

Blockchain. Energia. Inovação. Digitalização.

Resumo

Este artigo pretende abordar os desafios que a tecnologia blockchain coloca à ordem jurídica, com especial enfoque no sector energético. A blockchain (ou cadeia de blocos) é um livro-razão que permite a realização de transacções e o armazenamento de informações sobre as mesmas. No entanto, ao contrário das bases de dados tradicionais, a blockchain caracteriza-se pela descentralização: a informação não é armazenada de forma centralizada por organismos públicos ou grandes empresas, sendo antes mantida numa rede de computadores na posse de praticamente todos os participantes, os quais validam as transacções segundo regras predeterminadas e se encontram permanentemente sincronizados entre si. Devido a este conceito inovador, ao qual acrescem a forte encriptação e os algoritmos matemáticos que contribuem para a segurança da blockchain, prevê-se que, com o tempo, a tecnologia blockchain possa eliminar ou pelo menos reduzir a importância dos intermediários, reduzindo os custos de transacção e permitindo o surgimento nos mercados energéticos de novos modelos de negócio baseados em transacções interpares. Juntamente com a Internet das Coisas, a blockchain pode permitir que cada família ou comunidade programe as suas opções sobre onde e quando comprar ou vender electricidade num determinado momento. Trata-se de uma tecnologia ainda recente e em fase de maturação, que enfrenta e terá de vencer importantes desafios tecnológicos, práticos e jurídicos antes de estar preparada para uma adopção generalizada. Não obstante ter potencial para nos transportar para uma nova era de transacções, nunca poderá converter-se numa dimensão livre do Direito, suscitando nos mercados energéticos, atendendo à dependência tecnológica e dimensão estratégico-política do sector energético, problemas especialmente delicados de regulação jurídica.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francisco Paes Marques, Universidade de Lisboa (ULisboa)

Doutorado em direito (Ciências Jurídico-Polítocas na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa) com uma dissertação intitulada "Conflitos entre particulares de oposição reversível no Contencioso Administrativo", sendo também mestre e licenciado pela mesma faculdade.

 

João Marques Mendes, Universidade de Lisboa (ULisboa)

Licenciado em Direito na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, é advogado na CMS Rui Pena & Arnaut desde 2009, onde tem exercido a sua atividade com especial enfoque nas áreas do direito público e direito da energia.

Referências

CASEY, M. J., & VIGNA, P. (2018). In blockchain we trust. MIT Technology Review, N.º 121, p. 12.

CORREIA, F. M. (2018). A tecnologia decentralizada de registo de dados (Blockchain) no sector financeiro”. In FinTech – Desafios da Tecnologia Financeira (p. 69ss). Almedina.

FRIAS, H. (2018). A Internet de Coisas (IoT) e o mercado segurador. In FinTech – Desafios da Tecnologia Financeira (p. 219ss). Almedina.

GOMES, D. P. (2018). Contratos ex machina: breves notas sobre a introdução da tecnologia Blockchain e Smart Contracts. Revista Electrónica de Direito, N.º 18, p. 42.

IOANNIS, K., (2017). Blockchain in Energy Communities. Retrieved from Centro Comum de Investigação da Comissão Europeia: http://publications.jrc.ec.europa.eu/repository/bitstream/JRC110298/del.344003.v09(1).pdf.

JUSKALIAN, R. (2018). The Place Where Life Hangs By A Chain. MIT Technology Review, n.º 121, pp. 49-50.

MILES, K. (2018). The litt le coin that ate Quebec. MIT Technology Review, N.º 121, p. 35 e seguintes.

ORCUTT, M. (2018). How secure is blockchain really? MIT Technology Review, p. 41.

WRIGHT, A., & De FILIPPI, P. (2015). Decentralized Blockchain Technology and the Rise of Lex Cryptographia. Retrieved from https://papers.ssrn.com/sol3/papers.cfm?abstract_id=2580664

Downloads

Publicado

03/12/2019

Como Citar

Marques, F. P., & Mendes, J. M. (2019). O Impacto da blockchain: desafios para a ordem jurídica e para os mercados energéticos. Revista Videre, 11(22), 277–293. https://doi.org/10.30612/videre.v11i22.10460

Edição

Seção

Artigos