Assédio moral: seus impactos para os trabalhadores assediados e para os empregadores no Brasil

Autores

  • Arthur Ramos do Nascimento
  • José Cordeiro Neto

DOI:

https://doi.org/10.30612/re-ufgd.v4i7.7254

Palavras-chave:

Danos. Leis Trabalhistas. Hostilidade. Vítimas. Indenizações.

Resumo

O Assédio Moral vem ganhando destaque ao longo dos anos. Seus indícios já vêm desde os primórdios da humanidade e vem evoluindo ao longo do tempo. Com a Revolução Industrial, começou a se dissipar. Nos dias atuais sua prática apesar de não ser proibida por nenhuma lei federal, possui suas restrições como mostra o estudo que foi feito através do Código Civil, Consolidação das Leis Trabalhistas, Constituição Federal de 1988, e também o Código penal entre outros projetos de lei. O presente artigo demonstra que prática do Assédio Moral, acarreta impactos para as organizações que são, como, indenizações por danos morais, imagem da organização exposta na mídia, e problemas de saúde para a vítima entre outros. Possuindo uma pesquisa bibliográfica, o presente artigo abordará o tipo de assédio moral mais comum que é o Assédio Vertical Descendente, e formas de reparação dos danos causados por suas práticas as vítimas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

18/07/2017

Como Citar

Ramos do Nascimento, A., & Cordeiro Neto, J. (2017). Assédio moral: seus impactos para os trabalhadores assediados e para os empregadores no Brasil. RealizAção, 4(7), 95–110. https://doi.org/10.30612/re-ufgd.v4i7.7254

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)