Na aba do meu chapéu: debaixo do mesmo chapéu há várias cabeças

Carolina Erika Santos

Resumo


Este ensaio explora as impressões da performance Na aba do meu chapéu, executada em uma via pública da Cidade de Salvador, no Estado da Bahia. O trabalho artístico desenvolvido foi a atividade principal de uma pesquisa em nível de doutoramento, cujo objetivo era tornar visíveis as problemáticas urbanas por meio da arte da performance. Para estabelecer a base de discussão conceitual, o estudo fundamenta-se em Debord, Deleuze e Guattari, entre outros, com o objetivo de construir um tipo de pensamento horizontal e relacional entre sujeito e objeto como, também, de indicar outros campos simbólicos e semânticos possíveis, ao criar uma especificidade estrutural da prática como pesquisa.

Palavras-chave


Insurgências. Performance. Cidade.

Texto completo:

PDF


________________________________________________________________________

ISSN 2317-8590 (O código ISSN é único para todas as edições)
Todos os direitos reservados ao Programa de Pós-Graduação em Antropologia - PPGAnt/UFGD
UFGD - Universidade Federal da Grande Dourados
FCH - Faculdade de Ciências Humanas
Rodovia Dourados-Itahum, Km 12 - Caixa Postal 533 - Cidade Universitária
Dourados-MS (Brasil) - CEP 79804-970

  

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.