O trabalho em tempos de crise: breve revisão teórica do debate entre os contemporâneos

Cesar Sanson

Resumo


Teóricos dos estudos sobre o mundo trabalho identificam três mudanças em curso que vem provocando rupturas na sociedade do trabalho: a evolução das forças produtivas, o enfraquecimento do Estado como regulador da assimetria entre o capital e o trabalho e a financeirização da economia. Há uma crescente percepção que a sociedade salarial em sua versão fordista caracterizada pelo pleno emprego, estabilidade, renda satisfatória e previdência social já não consegue incluir todos. O presente artigo apresenta uma breve síntese das abordagens teóricas, sobretudo no debate acadêmico, acerca da crise da sociedade salarial a partir de autores contemporâneos.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.30612/mvt.v8i14.15022

ISSN Eletrônico: 2358-9205

 

Indexadores:

 

          

   

 

    

 

oasisbr

   

 

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.