Contribuição a históriade freguesia de Inhaúma: elites, usos e formas de apropriação das terras, relações sociais e econômicas

Rachel Gomes de Lima

Resumo


O presente artigo tem como objetivo analisar as relações sociais e econômicas nas elites agrárias da freguesia rural de São Tiago de Inhaúma, no século XIX. Partindo deste, iremos abordar questões relativas às suas propriedades e o uso da terra a partir das influências econômicas do período. A freguesia de São Tiago de Inhaúma é analisada no contexto histórico do Rio de Janeiro entre o final do século XVIII e primeira metade do XIX. As transformações do perfil das propriedades neste último século e as formas de apropriação destas pela elite proprietária da freguesia são abordadas a partir do mecanismo de trabalho e das relações entre os proprietários, observando as relações econômicas, sociais e políticas. Deste modo o perfil social das elites abrange, dentre outros aspectos, as influências das atividades econômicas na vida destes membros.

Palavras-chave


Freguesia de São Tiago de Inhaúma. Propriedades e uso da terra. Elite proprietária.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.