Mario Quintana e a cidade de Porto Alegre/RS: Diálogos entre geografia e literatura

Priscila Viana Alves, Elis de Araújo Miranda

Resumo


Este artigo apresenta a análise da relação entre geografia e literatura expressa na obra do poeta Mario Quintana no livro A vaca e o hipogrifo (1983). Os poemas selecionados são considerados aqui como poéticas assumidamente espaciais (ALVES, 2009, p. 206). A relação entre a geografia e a literatura é profícua desde os primórdios da tradição geográfica. Todavia, são análises recentes que abordam essa temática ao propor um resgate desse diálogo rejeitado metodologicamente ao longo da história do pensamento geográfico. A corrente denominada Geografia Humanista valoriza as geografias marginalizadas pela academia e valoriza as representações espaciais lidas em obras de arte, sobremodo a literatura, na interpretação do mundo apreendido pela subjetividade. A imaginação poética de Mario Quintana possui uma característica singular de ligação com o lugar, pois aquela é aperfeiçoada a partir da vivência no/com espaço e com os sujeitos com quem Quintana compartilhava determinados lugares da cidade de Porto Alegre RS.

Palavras-chave


Lugar. Literatura. Mario Quintana. Geografia humanista. Geograficidade.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, Ida. Cruzamentos Urbanos na Poesia Portuguesa Recente. Via Atlântica n° 15

JUN/2009.

BACHELARD, Gaston. A poética do espaço. Trad. Antonio de Pádua Danesi. 2ªed. São

Paulo: Martins Fontes, 2008. 242p.

BENJAMIN, Walter. Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da

cultura. São Paulo: Brasiliense, 1985.

BECKER, Paulo. Mario Quintana: as faces do feiticeiro. Editora da Universidade Federal

do Rio Grande Sul, 1996.

COLLOT, Michel. Rumo a uma geogra a literária. Gragoatá, Niterói, n. 33, pp. 17-31,

º semestre, p. 17-31, 2012.

DARDEL, Eric. O homem e a Terra: natureza da realidade geográfi ca. Trad. Werther

Holzer. São Paulo: Perspectiva, 2015. 159p.

FERNANDES, Mônica Luiza Socio. O mapa: registros da poética urbana de Mario

Quintana. TODAS AS LETRAS W, São Paulo, maio 2014, v. 16, n. 1, pp. 190-199.

GOMES, Paulo Cesar da Costa. Geogra a e modernidade. Bertrand Brasil, 1996.

LÉVY, Bertrand. Géographie et littérature. Une synthèse historique. Le Globe, 2006, vol.

, p. 25-52

QUINTANA, Mario. A vaca e o hipogrifo. 4ª ed. Porto Alegre: L&PM, 1983.

______. Apontamentos de História sobrenatural. São Paulo: Círculo do Livro, 1976.

SIMMEL, Georg. A metrópole e a vida mental. In: VELHO, O. G. (Org.). O fenômeno

urbano. Rio de Janeiro: Zahar, 1967

TREVISAN, Armindo. Mario Quintana desconhecido. Porto Alegre: Brejo editora, 2006.

TUAN, Yi-Fu. Espaço e lugar: a perspectiva da experiência. São Paulo: DIFEL, 2013.

______. Paisagens do medo. UNESP, 2005.

______.Literature and Geography: implications for geographical research. In: LEY, David;

SAMUELS, Marwyn. (ed.). Humanistic Geography: prospects and problems. Chicago:

Maaroufa Press, 1978. pp. 194-206.




DOI: https://doi.org/10.30612/el.v8i15.7244

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.