Curso de educação do campo com formação freireana e o ensino de Libras

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30612/eduf.v10i30.14424

Palavras-chave:

Educação do Campo, Libras, Representações Sociais.

Resumo

Este trabalho objetiva analisar as Representações Sociais que graduandos do Curso de Licenciatura em Educação do Campo - LEDOC-UFPA-BRASIL possuem sobre a prática pedagógica da professora de Libras e como estas representações expressam a contribuição da disciplina de Libras à formação freireana na educação do campo, considerando que a educação de Paulo Freire é o principal referencial teórico do curso. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, cujos sujeitos foram 28 estudantes de graduação. A coleta de dados foi inspirada na associação livre de palavras e os dados organizados e analisados por meio da técnica da Análise de Conteúdos, tendo por base a abordagem processual de Serge Moscovici. Entre os resultados destaca-se que as representações dos educandos sobre a ação educativa da professora evidenciaram existir os seguintes princípios freireanos: a) o diálogo, por meio da Roda de Conversa e de ação dialógica através da Libras, b) a práxis, por meio do ensino crítico-reflexivo, envolvendo o debate e a representatividade do movimento surdo, bem como o reconhecimento da Libras como elemento formativo da identidade surda e c) o respeito às diferenças, com a criação de ambiente de alteridade, reconhecendo os sujeitos e seus saberes, constituindo-se em uma prática educativa humanizadora e acolhedora.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Waldma Maíra Menezes de Oliveira, Universidade Federal do Pará (UFPA)

Doutoranda em Educação na Universidade do Estado do Pará; Professora de Libras da Universidade Federal do Pará (UFPA) campus Cametá. Coordenadora do Grupo de Estudos Surdos na Amazônia tocantina (UFPA/GESAT) e do Núcleo de Acessbildiade (DIE?UFPA) E-mail: waldmamaira@hotmail.com. ORCID - https://orcid.org/0000-0002-8747-5185

Ivanilde Apoluceno de Oliveira, Universidade do Estado do Pará (UEPA)

Doutora em Educação pela PUC-SP e UNAM-UAM-Iztapalapa - México. Coordenadora e professora no Programa de Pós-graduação em educação da Universidade do Estado do Pará.Email: nildeapoluceno@uol.com.br ORCID – https://orcid.org/0000-0002-3458-584X

 

Referências

ALVEZ-MAZZOTTI, A. J; MAGALHÃES, E. M. M; MAIA, H. Representações sociais de trabalho docente: significados atribuídos a dedicação por professores das séries iniciais e seus formadores. Disponível:http://www.estudosdotrabalho.org/anais-vii-7-seminario-trabalhoret-2010. Acesso em: 10. 04. 2010.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa, Portugal: Edições 70, 2010

BRASIL. Ministério da Educação. Conselho nacional de educação. Câmara de Educação Básica. Resolução nº 2, de 28 de abril de 2008b. Estabelece diretrizes complementares, normas e princípios para o desenvolvimento de políticas públicas de atendimento da Educação Básica do Campo. Disponível em: http://www.mec.gov.br. Acesso em: 11 jan.2019.

BRASIL. Ministério da Educação. Política nacional de educação especial na perspectiva da educação inclusiva. Brasília: MEC, 2008a. Disponível em: http://www.mec.gov.br. Acesso em: 11 jan.2019.

BRASIL. Resolução CNE/CEB nº 1, de 3 de abril de 2002. Institui diretrizes operacionais para a educação básica nas escolas do campo. Diário Oficial da União, Brasília, Seção 1, p. 32, 9 abr. 2002. Disponível em: http://www.mec.gov.br. Acesso em: 11 jan.2019.

BRASIL, Lei nº 10.436, de 24 de abril de 2002. Dispõe sobre a língua brasileira de sinais - Libras e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2002/l10436.htm. Acesso em 29 Abril 2019.

BRASIL. Decreto n. 5.626 de 22 de dezembro de 2005. Regulamenta a Lei n. 10.436, de 24 de abril de 2002, que dispõe sobre a língua brasileira de sinais – Libras. Disponível em: www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004.../2005/ decreto/d5626.htm. Acesso em: 08 fev. 2019.

CHIZZOTTI, A. Pesquisa em ciências humanas e sociais. 10. ed. São Paulo: Cortez, 2009.

COUTINHO, M. da P.L.; NÓBREGA, S. M.; CATÃO, M. de F.F.M. Contribuições Teórico-Metodológicas acerca do uso dos instrumentos projetivos no campo das Representações Sociais. In: COUTINHO, M. da P.L. (org.) Representações sociais: abordagem interdisciplinar. João Pessoa: Editora Universitária, 2003.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 36. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2007.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da tolerância. São Paulo: UNESP, 2004.

FREIRE, Paulo. Educação como prática da liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1994.

FREIRE, Paulo. Professora sim, tia não: cartas a quem ousa ensinar. São Paulo: Ed. Olho d’Água, 1993.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. 17. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

FREIRE, Paulo. Educação e mudança. 4. ed. Rio de Janeiro: Paz e terra, 1981.

FREIRE, Paulo. Extensão ou comunicação?. 5. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1980a.

FREIRE, Paulo. Conscientização. Teoria e prática da libertação: uma introdução ao pensamento de Paulo Freire. 3. ed. São Paulo: morais, 1980b.

GIUSEPPE, Imídio Nérci. Metodologia do ensino: Uma introdução 2. ed. Atlas, 1981.

LOPES, M. C. Surdez e Educação. Belo horizonte: editora Autêntica, 2007.

LUDKE, M.; ANDRÉ, M. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas, SP EPUD, 1986.

MOSCOVICI, S. A representação social da psicanálise. Rio de Janeiro: Zahar, 1981.

MOSCOVICI, S. Representações sociais: investigações em psicologia social. 5 ed. Petrópolis-RJ: Vozes, 2009.

NASCIMENTO, I. P. Articulações sobre o campo das representações sociais. In: ORNELLAS, M. L. S. Representações sociais e educação: letras imagéticas. Salvador: EDUFBA, 2013.

RANGEL, M. A pesquisa de representação social como forma de enfrentamento de problemas socioeducacionais. Aparecida São Paulo: Ideias e Letras, 2004.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. Tradução de Francisco Pereira. Petrópolis: Vozes, 2002.

SANTOS, Lara Ferreira dos; CAMPOS, Mariana de Lima Isaac Leandro. O ensino de Libras para futuros professores da educação básica. IN: LACERDA, C.B.F; SANTOS, L.F. (org). Tenho um aluno surdo, e agora?. EdUfscar, 2013. p. 237-250.

Downloads

Publicado

04/12/2020

Como Citar

Oliveira, W. M. M. de, & Oliveira, I. A. de. (2020). Curso de educação do campo com formação freireana e o ensino de Libras. Educação E Fronteiras, 10(30), 228–241. https://doi.org/10.30612/eduf.v10i30.14424