História da educação primária: instituições e organização do trabalho escolar (1950-1960)

Ednéia Regina Rossi, Jordana Ferreira de Faria

Resumo


Neste artigo, o objetivo é evidenciar como se expandiu o ensino primário público no Brasil e, particularmente, no Paraná, nas décadas de 1950 e 1960. Para o trato das fontes, adotou-se o método de análise de conteúdo. Na interpretação, conceitos teóricos propostos por Certeau (1998) e Chartier (1990) permitiram identificar formas originais na configuração do uso ou aplicação de modernos conhecimentos educacionais à realidade brasileira. Assim, no interior paranaense brasileiro, configurou-se um modelo de organização de escola que conjugou muitas das novidades do campo educacional às condições de um país agrário, de proporções continentais, com escassez de recursos e de qualificação profissional.


Palavras-chave


História da Educação Primária; Instituições escolares; Organização do trabalho escolar

Texto completo:

PDF PDF

Referências


ARAÚJO, José Carlos Souza Araújo; VALDEMARIN, Vera Teresa; SOUZA, Rosa Fátima de. A contribuição da pesquisa em perspectiva comparada para a escrita da História da Escola Primária no Brasil: notas de um balanço crítico. In: SOUZA, Rosa Fátima de; PINHEIRO, Antônio Carlos Ferreira; LOPES, Antônio de Pádua Carvalho. História da Escola Primária no Brasil: investigações em perspectiva comparada em âmbito nacional. Aracaju: EDISE, 2015. p. 27-45.

AKSENEN, Elisângela Zarpelon; MIGUEL, Maria Elisabeth Blanck. A Educação Rural no Paraná no início do século XX: a voz dos documentos oficiais. In: Congresso Brasileiro de História da Educação, 2017. Anais... João Pessoa: UFP, 2017. p. 799-814.

BAREIRO, Edson. Políticas educacionais e escolas rurais no Paraná - 1930-2005. 107 f. Dissertação (Mestrado em Educação para a Ciência e o Ensino de Matemática) – Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2007.

BRASIL. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Anuário Estatístico do Brasil. Conselho Nacional de Estatística, 1955. Disponível em: . Acesso em: 6 jun. 2017.

______ . Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Anuário Estatístico do Brasil. Conselho Nacional de Estatística, 1965. Disponível em: . Acesso em: 6 jun. 2017.

______ . Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Anuário Estatístico do Brasil. Conselho Nacional de Estatística, 1978. Disponível em: . Acesso em: 6 jun. 2017.

______ . Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. 2000. Censo Demográfico. Séries Históricas - População (1950-2010). Disponível em: . Acesso em: 16 nov.2017.

______. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). Mapa de Analfabetismo no Brasil. 2003. Disponível em . Acesso em: 5 ago. 2017.

______. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei nº 4.024 de 20 de dezembro de 1961. Brasília, DF: MEC, 1961. Disponível em: . Acesso em: 20 jan. 2017.

______. Legislação Informatizada. Decreto-Lei nº. 8.529, de 2 de janeiro de 1946 – Publicação Original. Lei Orgânica do Ensino Primário. Brasília, DF: Lei Orgânica do Ensino Primário, 1946b.

CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano: artes de fazer. 21 ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 1998.

CHARTIER, Roger. A história cultural. Entre práticas e representações. Lisboa: DIFEL, 1990.

BITTAR, Marisa; BITTAR, Mariluce. História da Educação no Brasil: a escola pública no processo de democratização da sociedade. Acta Scientiarum Education, Maringá, v. 34, n. 02, p. 157-168, jul./dez. 2012.

BOBBIO, Norberto. A era dos direitos. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004.

DEUS, Orendina Carolina de. Apêndice A. [Entrevista concedida a] Elena Pericin Gomes Cornicelli. História da Educação Rural de Astorga: práticas educativas e organização institucional da Escola Rural Água Astorga (1957-1980). 2015. 121 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2015.

FERREIA, E. T. S. Apêndice B: entrevista B. [Entrevista concedida a] Jordana Ferreira de Faria. In: FARIA, J. F. A cultura escolar como produto de um lugar: uma escola primária rural do interior paranaense (1950-1970). 2018. 220f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2018.

FURTADO, Alessandra Cristina; SCHELBAUER, Analete Regina; SÁ, Elizabeth Figueiredo de. Escola Primária Rural: Caminhos percorridos pelos estados de Mato Grosso e Paraná (1930 – 1961). In: SOUZA, Rosa Fátima de; PINHEIRO, Antonio Carlos Ferreira; LOPES, Antônio de Pádua Carvalho. História da Escola Primária no Brasil: investigações em perspectiva comparada em âmbito nacional. Aracaju: EDISE, 2015. p. 103-146.

HERA. Apêndice C: entrevista C. [Entrevista concedida a] Jordana Ferreira de Faria. In: FARIA, J. F. A cultura escolar como produto de um lugar: uma escola primária rural do interior paranaense (1950-1970). 2018. 220f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2018.

PARANÁ. Mensagem apresentada à Assembleia Legislativa do Estado por ocasião da abertura da 1ª Sessão Ordinária da 2ª Legislatura de 1951, pelo senhor Bento Munhoz da Rocha Netto, Governador do Paraná. Curitiba, 1951. Disponível em: Acesso em: 9 jun. 2017.

______ . Mensagem apresentada à Assembleia Legislativa do Estado por ocasião da abertura da 3ª Sessão Ordinária da 5ª Legislatura de 1965, pelo senhor Ney Aminthas de Barros Braga, Governador do Paraná. Curitiba, 1965. Disponível em:. Acesso em: 12 nov. 2017.

______ . Mensagem apresentada à Assembleia Legislativa do Estado por ocasião da abertura da 2ª Sessão Ordinária da 6ª Legislatura de 1968, pelo senhor Paulo Cruz Pimentel, Governador do Paraná. Curitiba, 1968. Disponível em: . Acesso em: 12 nov. 2017.

ROSSI, Ednéia Regina. Insuladas tribos: a escola primária e a forma de socialização escolar. São Paulo (1912-1920). 2003.165 f. Tese (Doutorado em História) - Faculdade de Ciências e Letras, Universidade Estadual Paulista, Campus de Assis, 2003.

______ Ednéia Regina. Escolas reunidas e grupos escolares: traços da modernidade técnico-científica no ensino elementar (1889-1929). Acta Scientiarum: Human and Social Sciencies, v.39, p.317-325, 2017a.

______ Ednéia Regina A educação escolar primária na Primeira República (1889-1929). Séries-Estudos, Campo Grande: MS, v. 22, n. 45, p. 159-171, mai/ago. 2017b.

SAVIANI, Dermeval et al. O legado educacional do século XX no Brasil (livro eletrônico). Campinas, SP: Autores Associados, 2017.

SCHELBAUER, Analete Regina. Da roça para a escola: institucionalização e expansão das escolas primárias rurais no Paraná (1930-1960). História da Educação, Dossiê da Revista de História da Educação do Rio Grande do Sul, Porto Alegre: RS, v. 18, p. 71-91, maio/ago. 2014.

SOUZA, Rosa Fátima de. História da organização do trabalho escolar e do currículo no século XX: ensino primário e secundário no Brasil. São Paulo: Cortez, 2008.

SOUZA, Rosa Fátima de. Espaço da Educação e da Civilização: Origens dos Grupos Escolares no Brasil. In: SAVIANI, Dermeval et al. O legado educacional do século XIX no Brasil. 3.ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2014. p. 33-79.

VINCENT, Guy; LAHIRE, Bernard; THIN, Daniel. Sobre a história e a teoria da forma escolar. Educação em revista, Belo Horizonte, n. 33, jun/2001.




DOI: https://doi.org/10.30612/eduf.v10i29.14175

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.