Recursos tecnológicos de apoio às aulas de língua portuguesa

Wanessa Rodovalho Melo Oliveira

Resumo


Este artigo trata-se das mídias na sala de aula como suporte ao professor que queira reinventar a maneira de transmitir seus conhecimentos de forma mais visual e atrativa aos seus alunos. O objetivo é mostrar as diversas possibilidades de recursos que podem ser usados, para isso, será apresentado algumas sugestões de aulas de Língua Portuguesa sobre o conteúdo: Variação Linguística. Utilizando a Teoria Cognitiva da Aprendizagem de Mayer (2001), os resultados mostram que a tecnologia proporciona aos alunos uma vivência dos conteúdos no seu cotidiano. Para este estudo, Mayer (2001) e Mayer e Moreno (2002) apresentam o computador como ferramenta tecnológica das multimídias que abrangem recursos tecnológicos com animações como vídeo, imagem, som, etc. proporcionando assim, o conhecimento para o aluno.


Palavras-chave


Professor. Escola. Recursos tecnológicos.

Texto completo:

PDF

Referências


BRITO, José. Conheça o CDF, novo game da Futura. Futura, 2017. Disponível em: http://www.futura.org.br/cdf/. Acesso em 16 de janeiro de 2020.

COSTA, Fernanda de Jesus C837u O uso de imagens e palavras em com base na teoria da carga cognitiva: elaboração de material de apoio para o professor / Fernanda de Jesus Costa, 2010.

DEMO, Pedro. Pesquisa: princípio científico e educativo. 12. Ed. São Paulo: Cortez, 2006, 128p.

FAORO, Pedro Danilo. A variação linguística na sala de aula. Portal do professor, 2012. Disponível em: http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=42619. Acesso em 17 de janeiro de 2020.

FERREIRA, Andréia de Assis. Apropriação das novas tecnologias: concepções de professores de História acerca da Informática Educacional no processo de ensino-aprendizagem. 2004. 130 p.

GUTENNEWS, 2019. Disponível em: https://gutennews.com.br/index.html. Acesso em 16 de janeiro de 2020.

MAYER, R. Multimedia learning. 2nd ed. New York: Cambridge University Press, 2001. 210 p.

MAYER, R. The promise of multimedia learning: using the same instructional design methods across different media. Learning and Instruction. v. 13, p. 125-139, 2003.

MAYER, RE, Moreno, R. A animação como auxílio à aprendizagem multimídia. Educational Psychology Review 14, 87–99 (2002)

MERCADO, Luiz Paulo Leopoldo; VIANA, Maria Aparecida Pereira (Org.). Projetos utilizando webquest: A metodologia webquest na prática. Maceió: Q Gráfica, 2004. 450 p.

MOREIRA, Lilian; RAMOS, Altina. Facebook na formação contínua de professores para o uso de tecnologias digitais. In: PORTO, Cristiane; SANTOS, Edméa Oliveira dos (Orgs.). Facebook e educação: publicar, curtir, compartilhar. Campina Grande: EDUEPB, 2014.

PRETTO, N. L. (org.). Globalização & Organização: mercado de trabalho, tecnologias de comunicação, educação a distância e sociedade planetária. Ijuí: Ed. Unijuí, 1999.

RONCA, Antonio Carlos Caruso. O modelo de ensino de David Ausubel. In: PENTEADO, Wilma Millan Alves (Org.) Psicologia e Ensino. São Paulo. Papelivros, 1980.

ROSA, M. I. F. P.; SCHNETZLER, R. P. A investigação-ação na formação continuada de professores de Ciências. Ciência & Educação, Bauru, v. 9, n. 1, p. 27-39, jun. 2003.

SILVA, Mozart Linhares da. A urgência do tempo: novas tecnologias e educação contemporânea. In: ____ (org.) Novas Tecnologias: educação e sociedade na era da informática. Belo Horizonte: Autêntica, 2001.

SOUZA, Gilberto Morel de Paula e. A informática como recurso didático para aprendizagem de física no Ensino Médio. 2007. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências Naturais e Matemática) – Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Rio Grande do Norte.

SWELLER, John. Cognitive Load Theory: A Special Issue of educational Psychologist LEA, Inc, 2003.




DOI: https://doi.org/10.30612/eadtde.v8i10.11107

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.