Gênero, masculinidades e espaço carcerário na experiência de homens em Ponta Grossa, Paraná

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5418/RA2018.1425.0004

Palavras-chave:

cárcere, masculinidades, gênero, espaço

Resumo

O artigo tem como objetivo compreender as significações das experiências carcerárias criadas por homens, ex-detentos do sistema prisional em Ponta Grossa, Paraná. Para atingir o objetivo foram realizados levantamentos de dados quantitativos sobre a realidade carcerária no município, a partir dos relatórios de 2014, 2015 e 2016 elaborados pelo Núcleo de Estudo e Acompanhamento das Execuções de Pena na Vara de Execuções Penais na Comarca de Ponta Grossa, bem como os levantamentos de 2014 e 2016 do sistema de Informações Penitenciárias (INFOPEN). Os dados qualitativos foram construídos por meio de sete entrevistas em profundidade com homens que passaram pelo sistema penitenciário e que voluntariamente se engajaram na pesquisa. Os discursos dos colaboradores foram sistematizados por meio de análise de conteúdo, como proposta por Bardin (1977). Durante o cotidiano do cárcere eles constituem sociabilidades e regras próprias que reorganizam suas masculinidades de forma complementar e contraditória com as normas hegemônicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Dimas Diego Gontarek, Universidade Estadual de Ponta Grossa

Mestrando em Geografia UEPG

Joseli Maria Silva, Universidade Estadual de Ponta Grossa

Doutorado em Geografia UFRJ

Marcio Jose Ornat, Universidade Estadual de Ponta Grossa

Doutor em Geografia UFRJ

Fernando Bernati Gomes, Universidade Estadual de Ponta Grossa

Doutor em Geografia UEPG

Referências

AGAMBEN, Giorgio. Estado de exceção. São Paulo: Boitempo, 2004.

AGAMBEN, Giorgio. Homo Sacer: o poder soberano e a vida nua I. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2010.

ARRUDA, R. F. de. Por uma Geografia do Cárcere - Territorialidades nos Pavilhões do Presídio Professor Aníbal Bruno em Recife – PE. Dissertação de Mestrado. Recife. Universidade Federal do Pernambuco. 2006;

BARDIN, Lawrence. Análise de Conteúdo. São Paulo: Edições 70, 1977.

BELL, David; VALENTINE, Gill. Mapping desire: geographies of sexualities. London: Routledge, 1995.

BELL, David; BINNIE, Jon; HOLLIDAY, Ruth; LONGHURST, Robyn. Pleasure zones: bodies, cities, spaces. New York: Syracuse University Press, 2001.

BERG, Lawrence D.; LONGHURST, Robyn. Placing Masculinities and Geography, Gender, Place and Culture, v. 10, n. 4, p. 351-360. 2003.

BERNARDT, Clemens; VAN HOVEN, Bettina; HUIGEN, Paulus. Tracing Memories in Border-Space in Carceral Spatiality. In: MORAN, Dominique; SCHLIEHE Anna. Carceral Spatiality: Dialogues between Geography and Criminology. London: Palgrave Macmillan, 2017, p. 201 - 236.

BINNIE, Jon; LONGHURST, Robyn; PEACE, Robin. Upstairs/downstaits – Place matters, bodies matter. In: BELL, David; BINNIE, Jon; HOLLIDAY, Ruth; LONGHURST, Robyn. Pleasure zones: bodies, cities, spaces. New York: Syracuse University Press, 2001, p. vii - xiv.

BUTLER, Judith. Problemas de gênero: Feminismo e subversão da identidade. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2003.

CHIMIN JUNIOR, Alides Baptista. O espaço como componente a vulnerabilidade aos atos infracionais desenvolvidos por adolescentes do sexo masculino em conflito com a lei em Ponta Grossa – Paraná. Dissertação de Mestrado, 2009. Universidade Estadual de Ponta Grossa. 152 p.

CONNELL , ROBERT W. Masculinities. Berkeley: University of California Press, 1995.

CREWE, Ben; WARR, Jason; BENNETT, Peter; SMITH, Alan. The emotional geography of prision life. Theoretical Criminology, v. 18, n. 1, p. 56 - 74, 2013.

FIORAVANTE, K. E. O espaço carcerário e a reestruturação das relações sócio-espaciais cotidianas de mulheres infratoras na cidade de Ponta Grossa, Paraná. Dissertação de Mestrado. Universidade Estadual de Ponta Grossa, 2011.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir: nascimento da prisão. Petrópolis, Vozes, 1999 [1987].

GILL, Nick; COLON, Deirdre; MORAN, Dominique; BURRIDGE, Andrew. Carceral circuitry: New directions in carceral geography. Progress in Human Geography, v. 42, n. 2, p. 183 - 204, 2018.

GOMES, Fernando Bertani. “Cenas Embaçadas”: a relação entre as espacialidades vivenciadas por jovens do sexo masculino e a morte por homicídio na cidade de Ponta Grossa, Paraná. Dissertação (Mestrado em Gestão do Território) – Universidade Estadual de Ponta Grossa, 2013.

GOMES, Fernando Bertani. Necropolíticas Espaciais e a Instituição de Masculinidades de Jovens Homens envolvidos na Violência Homicida na Cidade de Ponta Grossa, Paraná. Tese (Doutorado em Geografia) – Universidade Estadual de Ponta Grossa, 2018.

HÖRSCHELMANN, Kathrin; VAN HOVEN, Bettina. Spaces of Masculinities. London: Routledge: 2005.

HOPKINS, Peter; NOBLE, Greg. Masculinities in place: situated identities, relations and intersectionality. Social & Cultural Geography, v. 10, n. 8, p. 811 – 819, 2009.

INFOPEN. Levantamento Nacional de Informações Penitenciárias. Brasília: Ministério da Justiça, 2017.

JACKSON, Peter. The cultural politics of masculinity: towards a social geography. Transactions of the Institute of British Geographers, v. 16, n. 2, p. 199-213, 1991.

JACKSON, Peter. Black male: Advertising and the cultural politics of masculinity. Gender, Place and Culture, v. 1, n. 1, p. 49 – 60, 1994.

JOHNSTON, Lynda; LONGHURST, Robyn. Space, place and sex: geographies of sexualities. Rowman & Littlefield: Lanham, 2010.

LONGHURST, Robyn. (Dis)embodied geographies. Progress in Human Geography, v. 21, n. 4, p. 486 - 501, 1997.

LONGHURST, Robyn. Geography and gender: masculinities, male identity and men. Progress in Human Geography, v. 24, n. 3, p. 439 - 444, 2000.

LONGHURST, Robyn. Bodies: exploring fluid boundaries. London: Routledge, 2001.

LONGHURST, Robyn. Maternities: gender, bodies and space. London: Routledge, 2008.

MASSEY, Doreen. Pelo espaço: uma nova política da espacialidade. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2008.

MBEMBE, Achille. Crítica da razão negra. Lisboa: Antígona Editora. 2014.

MBEMBE, Achille. Necropolitics. Public Culture, v. 15, n. 1, p. 11 – 40, 2003.

MCDOWELL, Linda. Respect, deference, respectability and place: What is the problem with/for working class boys? Geoforum, v. 38, n. 2, p. 276–286, 2007.

MCDOWELL, Linda. Men, management and multiple masculinities in organisations. Geoforum, v. 32, n. 2, p. 181 -198, 2001.

MCDOWELL, Linda. Masculine discourses and dissonances: strutting `lads', protest masculinity, and domestic respectability. Environment and Planning D: Society and Space, v. 20, n. 1, p. 97 – 119, 2002.

MCDOWELL, Linda. Redundant Masculinities: Employment Change and White Working Class Youth. Malden: Blackwell Publishing, 2003.

MINAYO, M. C. S. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. São Paulo: HUCITEC, 2000.

MORAN, Dominique. Carceral Geography: Spaces and Practices of Incarceration. Farnham: Ashgate, 2015.

MORAN, Dominique; SCHLIEHE Anna. Carceral Spatiality: Dialogues between Geography and Criminology. London: Palgrave Macmillan, 2017.

ONU. Report Visit to Brazil undertaken from 19 to 30 October: observations and recommendations addressed to the State party, 2016. Disponível em: https://nacoesunidas.org/wp-content/uploads/2017/01/Relatorio-SPT-2016-1.pdf. Acesso em: 01/09/2018.

PILE, Steve. The body and the city: psychoanalysis, space and subjectivity. New York: Routledge, 1996.

PILE, Steve; THRIFT, Nigel. Mapping the Subject: Geographies of Cultural Transformation. London: Routledge, 1995.

POLLAK, Michael. Memória, esquecimento, silêncio. Estudos Históricos, n. 3, p. 3 - 15, 1989.

ROCHA, Heder Leandro. ‘Espaço Espiado’: O uso de crack como um elemento das espacialidades vivenciadas por adolescentes do sexo masculino em Ponta Grossa – PR. Dissertação (Mestrado em Gestão do Território) – Universidade Estadual de Ponta Grossa, 2013.

ROCHA, Heder Leandro. 'Não dá nada, se der, dá pouco': o 'espaço espiado' dos adolescentes do sexo masculino, usuários de crack em Ponta Grossa – PR. Revista Latino-Americana de Geografia e Gênero, v.5, n.1, p. 25 - 46, 2014.

ROSSI, Rodrigo. “Malucos da quebrada”: territórios urbanos na complexidade espacial cotidiana dos adolescentes homens em conflito com a lei em Ponta Grossa – Paraná. Dissertação (Mestrado em Gestão do Território) – Universidade Estadual de Ponta Grossa, 2010.

ROSSI, Rodrigo. Masculnidades e interseccionalidade na vivência de territórios instituídos

por adolescentes em conflito com a lei. In: SILVA, Joseli Maria; ORNAT, Marcio Jose; CHIMIN JUNIOR, Alides Bptista. Espaço, gênero & masculinidades plurais. Ponta Grossa: Todapalavra, 2011, p. 125 - 191.

ROSSI, Rodrigo. Espacialidade Carcerária e a instituição de masculinidades entre homens jovens egressos em Ponta Grossa, Paraná. Tese (Doutorado em Geografia) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, 2017.

SÁ, Celso Pereira de. A construção do objeto de pesquisa em representações sociais. Rio de Janeiro: EdUERJ, 1998.

SILVA, Joseli Maria; ORNAT, Marcio Jose; CHIMIN JUNIOR, Alides Baptista. Espaço, gênero & masculinidades plurais. Ponta Grossa: Todapalavra, 2011.

SILVA, Joseli Maria; ORNAT, Marcio Jose. Corpo como espaço: um desafio à imaginação geográfica. In: PIRES, Cláudia Zeferino, HEIDRICH, Álvaro Luiz e COSTA, Benhur Pinós da. Plurilocalidades do sujeito: representações e ações no território. Porto Alegre: Compasso Lugar-Cultura, 2016. p. 56-75.

SMITH, Neil. Contours of a spatialized politics: homeless vehicles and the production of geo-graphical scale. Social Text, n. 33, p. 55 – 81, 1992.

SMITH, Neil. Homeless/global: Scaling places. In: BIRD, Jon, CURTIS, Barry, PUTNAM, Tim, ROBERTSON, George and TICKNER, Lisa (eds). Mapping the Futures: Local Cultures, Global Change. London: Routledge, 1993, p. 87 – 119.

TURNER, Jennifer. The Prison Boundary: Between Society and Carceral Space. London: Palgrave Macmillan, 2016.

VASCOLCELOS, T. S. de. Entre territórios do cárcere, de contenção e lugares de vida: uma Microgeografia. Dissertação de Mestrado. PUC-Rio de Janeiro. 2010.

ZOMIGHANI, J. H. Junior. Território Ativo e Esquizofrênico: Prisão e Pena Privativa de Liberdade no Estado de São Paulo. Dissertação de Mestrado. USP. 2009.

Downloads

Publicado

31/08/2019

Como Citar

Gontarek, D. D., Silva, J. M., Ornat, M. J., & Gomes, F. B. (2019). Gênero, masculinidades e espaço carcerário na experiência de homens em Ponta Grossa, Paraná. Revista Da ANPEGE, 14(25), 103–122. https://doi.org/10.5418/RA2018.1425.0004

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.