GÊNERO E GEOGRAFIA BRASILEIRA: UMA ANÁLISE SOBRE O TENSIONAMENTO DE UM CAMPO DE SABER

Autores

  • Joseli Maria Silva Doutorado em Geografia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Pós-Doutaddo - Complutense de Madrid e University of Brighton. Av. General Carlos Cavalcanti, 4748 - Uvaranas, Ponta Grossa - PR, 84030-900, Brasil.
  • Tamires Regina Aguiar de Oliveira Cesar Mestrado em Geografia (UEPG). Doutoranda em Geografia (UEPG). Av. General Carlos Cavalcanti, 4748 - Uvaranas, Ponta Grossa - PR, 84030-900, Brasil.
  • Vagner André Morais Pinto Graduação em Geografia (UEPG). Mestrando em Geografia (UEPG). Av. General Carlos Cavalcanti, 4748 - Uvaranas, Ponta Grossa - PR, 84030-900, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.5418/RA2015.1115.0007

Resumo

O artigo tem como objetivo analisar o tensionamento teórico que a abordagem de gênero provoca no campo conceitual já estabelecido, baseado na dicotomia entre o espaço público e o espaço privado. Para cumprir este objetivo tomamos por base duas pesquisas realizadas no âmbito do Grupo de Estudos Territoriais. Uma delas aborda inserção feminina marginal na produção do conhecimento geográfico brasileiro que tem por base 13.990 artigos referentes à exploração de 90 periódicos científicos classificados na área de geografia pelo Sistema Qualis-Capes do triênio 2013-2015. A outra pesquisa é de caráter qualitativo que investiga o uso do tempo cotidiano feminino e masculino de seis casais de pessoas envolvidas no mundo acadêmico, bem como as subjetivações que envolvem suas posições sociais de gênero e a respectiva produção científica. Como resultado do cruzamento dessas duas investigações podemos argumentar que a dicotomia entre espaço público e privado, fruto de uma visão masculina, moderna e eurocentrada de ciência obscurece a compreensão da importância do gênero no processo de produção científica na geografia brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

03/07/2017

Como Citar

Silva, J. M., Cesar, T. R. A. de O., & Pinto, V. A. M. (2017). GÊNERO E GEOGRAFIA BRASILEIRA: UMA ANÁLISE SOBRE O TENSIONAMENTO DE UM CAMPO DE SABER. Revista Da ANPEGE, 11(15), 185–200. https://doi.org/10.5418/RA2015.1115.0007

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)