Usos e abusos da categoria território

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5418/ra2021.v17i32.13582

Palavras-chave:

Território, espaço, epistemologia, ontologia, método.

Resumo

O objetivo deste artigo é discutir a importância da teoria epistemológica nos estudos geográficos. Ao constatar a banalização do uso e abuso das categorias analíticas, estas têm sido conduzidas como camisa de força na pesquisa/teórica/empírica. Refletimos sobre a dimensão filosófica dos conceitos/categorias espaço e território pelo destaque que estes/estas têm assumido nas Pesquisas de Iniciação Científica, Dissertações e/ou Teses. Para evitar digressões epistemológicas, remeto a nossa análise ao contexto de quando o conceito de território surgiu nos debates na geografia no Brasil, como “urgência” em substituição ao conceito/categoria espaço. Assumimos a concepção materialista histórica dialética como opção teórica metodológica no desenvolvimento da nossa análise.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alexandrina Luz Conceição, Universidade Federal de Sergipe (UFS)

Professora Emérita da UFS.

Professora Adjunta IV do Programa de Pós Graduação de Geografia/UFS

Lider do Grupo de Pesquisa Estado, Capital, Trabalho PPGEO/UFS

Referências

CONCEIÇÃO, A. L Produção do Espaço e Conflitos Territoriais: Expropriação da Terra e Exploração da Natureza. In; (Org.) SUERTEGARAY, D. M. (et.al.). Geografia e Conjuntura Brasileira. 1ª ed. Rio de Janeiro, Consequência Editora, 2017.

HAESBAERT, Rogério. O Mito da Desterritorialização: Do “Fim dos territórios” à multiterritorialidade. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2004.

HEGEL, G. W. F. Princípios da Filosofia do Direito, tradução Orlando Vitorino, São Paulo: Martins Fontes, 2000 (2ª edição).

LEFEBVRE, Henri. A Produção do Espaço. Tradução Ana Maria Simões Coelho, Doralice Barros Pereira, Pedro HenriqueDenski, Sérgio Martins, Núcleo de Geografia Urbana da UFMGfev. 1ª versão fev. 2006.

LUKÁCS, George. História e Consciência de Classe: estudos sobre a dialética marxista. São Paulo, Ed Martins Fontes, 2003.

OLIVEIRA, Ariovaldo Umbelino. A Mundialização da Agricultura Brasileira. São Paulo: Lânde Editorial, 2016 (Projeto Editorial do Autor).

Disponibilizado em: http://www.geografia.fflch.usp.br/inferior/laboratorios/agraria/publicações.htm

MENEZES, Sócrates. O Destino da Crítica Geográfica e a Dialética da Produção Social do Espaço, In CONCEIÇÃO, Alexandrina Luz e José Danilo Santana Silva orgs. O Fim do Pensamento Crítico Reflexivo? A Negação do Humano e a Banalização da Teoria, São Cristóvão, SE: Editora UFS, 2019, p. 47-99.

MÉSZÀROS, István. O século XXI socialismo ou barbárie?”; São Paulo, SP: Boitempo, 2003.

RAFESTEIN, Claude. Por uma Geografia do Poder. Tradução de Maria Cecília França. São Paulo: Ática, 1993.

Downloads

Publicado

01/07/2021

Como Citar

Conceição, A. L. (2021). Usos e abusos da categoria território. Revista Da ANPEGE, 17(32), 7–21. https://doi.org/10.5418/ra2021.v17i32.13582