Carta a C. seguida de três cartas a E. ou estou como que sobre cartas e geografias

Ivo Venerotti

Resumo


Belo Horizonte, 15 de junho de 2020. Caríssimo, envio aqui esta carta resumo. Como você pode perceber, estão em anexo correspondências escritas nos últimos três anos, entre 2017 e 2019. Algumas encontraram os Correios, outras apenas foram enviadas para seu verdadeiro interlocutor: a posteridade. Tive tanta sorte em encontrá-las! Não exatamente pela velocidade da comunicação dos dias de hoje, mas pelo tanto que elas nos dão a pensar. Você vai notar que algumas chegam a tratar expressamente de geografia, outras, não. Mas eu acho isso o máximo: poder pensar geografia com aquilo que não é, de maneira óbvia, geografia! Bem, não posso ter (nem te alimentar) maiores expectativas. Mas aguardo ansioso a sua resposta, pois... estou como que sobre cartas e geografias. Com carinho, de seu amigo.


Palavras-chave


Gênero epistolar; Geografia e literatura; Espinosa, Deleuze e Guattari; Geografia humanista.

Texto completo:

PDF

Referências


BOYHOOD – Da Infância à Juventude (Boyhood). Direção: Richard Linklater. Produção: Ricahrd Linklater, Jonathan Sehring, John Sloss e Cathleen Sutherland. EUA: IFC Productions, DetourFilmproduction, 2014. 1 bobina cinematográfica (165 min.).

CASTELLO, José. Uma ponte aérea lírica do Curvelo à Barra Funda. O Estado de São Paulo, São Paulo, 24 out. 1999. Caderno 2, p. 205. Disponível em: . Acesso em 19 jul. 2016.

CASTRO, E. M de Melo e. Odeio cartas! In: GALVÃO, Walnice N.; GOTLIB, Nádia B. (Org.). Prezado senhor, prezada senhora: estudo sobre cartas. São Paulo: Cia das Letras, 2000. p. 11-17.

CESAR, Ana Cristina. Escritos do Rio. In: CESAR, Ana Cristina. Crítica e tradução. São Paulo: Companhia das Letras, 2016a.

CESAR, Ana Cristina. Literatura não é documento. In: CESAR, Ana Cristina. Crítica e tradução. São Paulo: Companhia das Letras, 2016b.

CHAVEIRO, Eguimar F. Corporeidade e lugar: elos da produção da existência. In: OLIVEIRA, Lívia de; MARANDOLA JR, Eduardo; HOLZER, Werther. (Org.). Qual espaço do lugar? São Paulo: Perspectiva, 2012. p. 249-280.

DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Félix. 1874 - Três novelas ou "O que se passou?" In: DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Félix. Mil Platôs - vol. 3: Capitalismo e esquizofrenia 2. Trad. Aurélio Guerra Neto, Ana Lúcia de Oliveira, Lúcia Cláudia Leão e Suely Rolnik. Revisão técnica Luiz B. L. Orlandi. São Paulo: Editora 34, 1996 [1980].

DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Félix. O que é a filosofia? 3. ed. Trad. Bento Prado Jr. e Alberto Alonso Muñoz. São Paulo: Editora 34, 2010 [1991].

DIAZ, Brigitte. O gênero epistolar ou o pensamento nômade. Trad. Brigitte Hervot e Sandra Ferreira. São Paulo: Edusp, 2016.

DIAZ, Brigitte; SIESS; Jürgen. L'épistolaire au féminin: correspondances de femmes (xviiie-xxe siècle). Caen: Presses universitaires, 2006. Disponível em: . Acesso em: 11 jul. 2018.

ESPINOSA, Bento de. Ética. Trad. Grupo de Estudos Espinosanos. Coordenação da tradução Marilena Chauí. São Paulo: Edusp, 2015.

HAROCHE-BOUZINAC, Geneviève. Escritas epistolares. Trad. Ligia Fonseca Ferreira. São Paulo: Edusp, 2016.

JARA, Victor. Estádio Chile, 1973. Disponível em: . Acesso em: 4 jul. 2018.

KIFFER, Anna. Correspondência fabulatória – entre Ana K. e A. Artaud. Vazantes, Fortaleza, v. 2, n. 1, 2018.

KIFFER, Anna. Estou como que sobre cartas e extravios. Revista de Males, Campinas-SP, v. 37, n. 2, p. 547-557, jul.- dez. 2017.

MARANDOLA JR., Eduardo; GRATÃO, Lúcia Helena Batista. Geograficidade, Poética e Imaginação. In: MARANDOLA JR., Eduardo; GRATÃO, Lúcia Helena Batista. (Org.). Geografia & Literatura: ensaios sobre geograficidade, poética e imaginação. Londrina: Eduel, 2010. p. 7-15.

OLIVEIRA JR., Wenceslao Machado de. Rumo às entranhas – um percurso pelo rio até o Coração da Treva. In: MARANDOLA JR., Eduardo; GRATÃO, Lúcia Helena Batista. (Org.). Geografia & Literatura: ensaios sobre geograficidade, poética e imaginação. Londrina: Eduel, 2010. p. 99-119.

PELBART, Péter Pal. Experiência em Foucault. In: KIFFER, Ana; GUIMARAENS, Francisco de; ROCHA, Maurício; ANDRADE, Paulo Fernando Carneiro de. Michel Foucault no Brasil (Org.). Rio de Janeiro: Ed. PUC-Rio: Nau, 2015.

PELBART, Péter Pal. Da dessubjetivação nomádica à subjetivação herética: Foucault, Agamben, Deleuze. In: KIFFER, Ana; PELE, Antonio; GUIMARAENS, Francisco de; ROCHA, Maurício; BECKER, Rafael (Org.). Reinvenções de Foucault. Rio de Janeiro: Lamparina; Capes; Faperj, 2017.

REBELLO, Lucia Sá. Sêneca, da vida e da obra: ideias inspiradoras e atuais. In: SÊNECA, Lucio Anneo. Sobre a brevidade da vida. Trad. Lucia Sá Rebello, Ellen Itanajara Neves Vranas, Gabriel Nocchi Macedo. Porto Alegre: L&PM, 2013.p. 7-21.

REBELLO, Lucia Sá. Ars poética de Horácio – o texto original. Organon, Porto Alegre, v. 29, n. 56, p. 259-277, 2014.

WOOLF, Virgínia. Three Guineas. London: Hogarth Press, 1938.

ZIZEK, Slavoj. Como ler Lacan. Trad. Maria Luiza X. de A. Borges. Rio de Janeiro: Zahar, 2010.




DOI: https://doi.org/10.5418/ra2020.v16i31.12350

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

 

 

 

 

 


Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.