Otimização de protocolo de extração de DNA genômico para acácia-negra

Yasmin Imparato Maximo, Angela Cristina Ikeda, Paulo César Flôres Júnior, Giovana Bomfim de Alcantara, Antonio Higa

Resumo


Considerando-se que a atual tendência do melhoramento florestal é a integração das técnicas clássicas com as de análise genética molecular, faz-se necessária a obtenção de protocolos de extração de DNA genômico ajustados a cada espécie estudada. O objetivo do trabalho foi determinar o efeito de diferentes adaptações no protocolo de extração de DNA genômico CTAB para acácia-negra. Foram testados diferentes componentes na fase de extração orgânica: clorofórmio, fenol e proteinase K, além da aplicação de RNase após a fase de precipitação e limpeza do DNA. Também, foi investigada a eficiência destes tratamentos em amostras de folíolos frescas ou armazenadas em baixa temperatura durante sete dias. Foi verificada a presença de DNA de todas as amostras submetidas à extração pelo protocolo de CTAB com os diferentes tratamentos. O tempo de armazenamento das amostras não influenciou na integridade do DNA, entretanto, foi possível observar que a adição de RNase melhorou a qualidade do DNA extraído. Deste modo, sugere-se a utilização do protocolo CTAB com uso de clorofórmio e RNase, com amostras frescas ou armazenadas em baixas temperaturas.

Palavras-chave


Acacia mearnsii. Ácidos nucleicos. CTAB. RNase.

Texto completo:

PDF (English)

Referências


AGEFLOR: ASSOCIAÇÃO GAÚCHA DE EMPRESAS FLORESTAIS. A indústria de base florestal no Rio Grande do Sul 2017: ano base 2016. Porto Alegre: AGEFLOR, 2017, 13p.

AUBAKIROVA, K.; OMASHEVA, M.; RYABUSHKINA, N.; TAZHIBAEV, T.; KAMPITOVA, G.; GALIAKPAROV, N. Evaluation of five protocols for DNA extraction from leaves of Malus sieversii, Vitis vinifera, and Armeniaca vulgaris. Genetics and Molecular Research, v.13, n.1, p.1278-1287, 2014.

BORÉM, A.; MIRANDA, G. V. Melhoramento de plantas. 6. ed.. Viçosa: UFV, 2013. 523p.

CAPELOTO, A.; UNÊDA-TREVISOLI, S. H.; ARRIEL, N. H. C.; QUEIROZ, M. A.; DI MAURO, A. O. Quali-quantitative analysis of genomic DNA extraction methods in watermelon. Revista Ceres, v.52, n.299, p.1-12, 2005.

CURY, P. R.; FURUSE, C.; ARAÚJO, N. S. Technique and application of polimerase chain reaction in dentristy. Revista Odontológica de Araçatuba, v.26, n.2, p. 34-39, 2005.

DOYLE, J. J.; DOYLE, J. L. A rapid DNA isolation procedure for small quantities of fresh leaf tissue. Phytochemical Bulletin, v.19, p.11-15, 1987.

FLÔRES JR, P. C. Caracterização morfológica e análise de divergência genética entre clones de acácia-negra (Acacia mearnsii De Wildeman). 2015. Ano de obtenção: 2015. 76 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) – Universidade Federal do Paraná, 2015.

IBÁ: INDÚSTRIA BRASILEIRA DE ÁRVORES. Relatório IBÁ 2016 ano base 2015. Brasília: IBÁ, 2016, 100p.

MAZZA, J. C. M.; BITTENCOURT, J. V. M. Extraction of DNA from plant tissue of Araucaria angustifolia (Araucariaceae). Boletim de Pesquisa Florestal, n.4, p.12-17, 2000.

OLIVEIRA, L. C.; RODRIGUES, D. P.; HOPKINS, M. J. G. Comparison of six DNA extraction protocols to molecular analysis in species of Fabaceae. Scientia Amazonia, v.6, n.3, p.38-45, 2017.

ROMANO, E.; BRASILEIRO, A. C. M. Extração de DNA de plantas. Biotecnologia, v.2, n.9, p.40-43, 1999.

SAHU, S. K.; THANGARAJ, M.; KATHIRESAN, K. DNA Extraction protocol for plants with high levels of secondary metabolites and polysaccharides without using liquid nitrogen and phenol. ISRN Molecular Biology, v.2012, p.1-6, 2012.

SILVA, A. Z. C. da; COSTA, R. B da; CAMPOS, D. T. da S. Comparison of three buffers for extraction of genomic DNA from leaf tissues of Eucalyptus camaldulensis Dehnh. Multitemas, n.48, p.179-193, 2015.

TABERLET, P.; COISSAC, E.; POMPANON, F.; GIELLY, L.; MIQUELL, C.; VALENTINI, A.; VERMAT, T.; CORTHIER, G.;BROCHMANN, C.; WILLERSLEV, E. Power and limitations of the chloroplast trnL (UAA) intron for plant DNA barcoding. Nucleic Acids Research, v.35, p.1-8, 2007.




DOI: https://doi.org/10.30612/agrarian.v13i49.9190

URL da licença: https://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/3.0/br/

Revista Agrarian 
e-ISSN 1984-2538

Licença Creative Commons

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.